Activision Blizzard é processada por pais de funcionária que tirou a vida

A Activision Blizzard está sendo processada por homicídio culposo pelos pais de Kerry Moynihan, ex-funcionária que tirou a própria vida durante um retiro da empresa em 2017. Conforme um relatório do jornal The Washington Post, ela tinha 32 anos e era gerente financeira. Os motivos alegados vieram à tona.

publicidade
(Imagem: Divulgação / Activision)

Os familiares alegam na justiça que o assédio que a filha sofria foi um dos fatores significativos que culminou em sua morte.

A morte de Kerry, encontrada em um quarto no Grand Californian Hotel & Spa da Disney, foi considerada suicídio pelos investigadores em abril de 2017.

publicidade

Activision Blizzard tem ação movida pelo governo

Moynihan foi citada anonimamente na ação movida pelo Departamento de Emprego Justo e Habitação da Califórnia (DFEH) em julho de 2021, que processou a empresa por supostamente promover uma cultura tóxica de “assédio sexual constante”

NOTÍCIAS RELACIONADAS

A acusação no DFEH afirma que seus colegas de trabalho do sexo masculino exibiram uma foto de suas partes íntimas em uma festa no feriado antes de sua morte. 

Quando o processo foi aberto, a distribuidora de jogos eletrônicos disse que as alegações do DFEH eram “distorcidas e, em muitos casos, falsas”.

publicidade

Pais da vítima exigem punições

O The Post teve acesso ao novo processo movido pelos pais de Kerry e afirma que a Activision Blizzard “promoveu e permitiu um ambiente de trabalho em que o assédio sexual era generalizado” e que falhou “em impedir tal assédio”. 

Também acusa o chefe de Moynihan, Greg Restituito, de esconder sua relação íntima com Moynihan dos investigadores. 

Restituito trabalhou como diretor financeiro sênior da Activision Blizzard até maio de 2017, um mês após a morte de Moynihan por suicídio.

Segundo o processo, os familiares da vítima também acusam a empresa de, na época, se recusar a dar acesso aos telefones e notebooks profissionais dos envolvidos durante a investigação da morte de Moynihan.

publicidade

Uma rápida pesquisa pelo nome de Kerri nos revela que na época sua morte foi bastante comentada. 

No obituário do Nichols Funeral Home, os comentários de amigos e familiares lamentam a morte da jovem, mas sem mencionar suspeita de homicídio ou possíveis causas da morte.

Empresa envolvida em processos no passado

De acordo com o The Verge, a Activision está envolvida em controvérsias desde o processo do ano passado. 

Meses depois que os funcionários fizeram uma paralisação para protestar contra a discriminação no local de trabalho, o Wall Street Journal divulgou uma reportagem bombástica alegando que o CEO da empresa, Bobby Kotick, estava ciente da má conduta desenfreada por parte dos profissionais.

Ele ainda continua sendo o CEO mesmo depois que funcionários e acionistas pediram sua renúncia. 

Em janeiro, a Microsoft anunciou a aquisição da Activision Blizzard, com Kotick permanecendo como CEO da empresa até o fechamento do acordo em 2023.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar