Câncer de mama pode ser futuramente detectado por formigas

Um estudo feito por Baptiste Piqueret e outros pesquisadores da Universidade de Sorbonne Paris Nord (França), indicam que as formigas podem contribuir para o tratamento de pacientes que têm câncer de mama.

publicidade
Formigas são testadas para tratamento de câncer de mama (Imagem Pixibay)

Segundo a pesquisa, quando o diagnóstico é realizado precocemente, maiores são as chances de êxito no tratamento. Durante a análise, os insetos conseguiram diferenciar o odor da urina de camundongos que receberam as células cancerígenas e os que estavam completamente saudáveis.

Segundo reportagem da Super Abril, as formigas usadas para o estudo que detecta o câncer de mama nos humanos foram da espécie Formica fusca. Elas foram capazes de identificar os odores em uma única tentativa. No estudo, as formigas poderiam passar por nove avaliações para constatar sem receber reconhecimento nos acertos até falharem em algum teste.

publicidade

Os cientistas declararam que o uso de insetos para esse tipo de tratamento seria altamente eficaz, uma vez que eles são fáceis de manusear.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

O câncer deixa pistas olfativas no corpo do paciente

Para entender melhor a origem da pesquisa, os cientistas explicaram que o câncer indica quando as células são afetadas e criam compostos orgânicos voláteis que certificam os odores.

Desta forma, foi observado que as formigas conseguem identificar tais cheiros com a urina de camundongos. Foram usados seis deles que receberam as células de câncer de mama. Após sete semanas foram coletadas amostras de urina deles e de outros seis camundongos saudáveis.

publicidade

Posteriormente, foram usadas 70 formigas que tinham a missão de detectar a urina de animais doentes e os saudáveis. A recompensa de duas gotas de água com açúcar era dada para cada formiga que ia em direção do camundongo infectado. Em duas exibições as formigas já conseguiram realizar o teste positivamente em todas as vezes até mesmo sem receberem a recompensa.

Os testes ainda estão sendo realizados e reavaliados, mas os especialistas afirmam que o experimento pode obter êxito e ser usado em um futuro breve. O que os pesquisadores ainda não sabem identificar é se as formigas desta espécie são capazes de fazer a missão com amostras de urina humana, o que já é realizado usando cachorros.

Em outros estudos, os pets conseguiram identificar os odores de cânceres diferentes a partir da pele, secreções, urina, sangue, suor e até da respiração.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar