Elon Musk terá missão importante no Twitter até 2024

Segundo um documento da Comissão de Segurança e Câmbio (SEC) dos EUA, o CEO da Tesla, Elon Musk, agora é parte integrante no conselho de administração do Twitter.

publicidade
Ações do Twitter disparam após Musk assumir compra
Ações do Twitter disparam após Musk assumir compra. (Imagem: Wikimedia commons)

Até 2024, Musk será um diretor de classe II. Esta é uma posição utilizada como um impedimento para uma possível aquisição futura.

A Empresa nomeará o Sr. Musk para o Conselho de Administração da Empresa (o “Conselho”) para atuar como um diretor Classe II com um mandato expirando na Assembleia Anual de Acionistas de 2024 da Empresa”, diz o documento. “Enquanto o Sr. Musk estiver servindo no Conselho e por 90 dias depois disso, o Sr. Musk não se tornará, sozinho ou como membro de um grupo, o beneficiário efetivo de mais de 14,9% das ações ordinárias da Empresa em circulação nesse momento, incluindo para esses fins a exposição econômica por meio de títulos derivativos, swaps ou transações de hedge”.

publicidade

Elon Musk foi nomeado para o conselho de administração do Twitter

O novo status de Musk no conselho foi confirmado pelo próprio CEO do Twitter, Parag Agrawal, em um par de tweets. Musk “agregaria um valor significativo ao nosso Conselho“, disse ele, descrevendo-o como “um crente apaixonado e um crítico feroz do serviço“.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Ele é um crente apaixonado e crítico intenso do serviço que é exatamente o que precisamos no @Twitter, e na sala de reuniões, para nos fortalecer a longo prazo. Bem vindo Elon!”, disse o CEO.

Ansioso para trabalhar com o conselho Parag e Twitter para fazer melhorias significativas no Twitter nos próximos meses!”, disse Musk, reagindo no Twitter.

publicidade

Mesmo com suas preocupações em relação à liberdade de expressão dentro da plataforma, Musk afirmou na segunda-feira que havia comprado uma participação de 9,2% na empresa através de um arquivamento na SEC. A aquisição faz de Musk o maior stakeholder individual da empresa.

Problemas legais com a chegada do CEO

Conforme a CNBC, o investimento de Musk pode causar mais problemas com a SEC, que exige que qualquer pessoa que adquira mais de 5% das ações de uma empresa declare sua compra no período de 10 dias.

Musk concretizou a compra das ações em 14 de março de 2022, mas só divulgou as informações no dia 4 de abril de 2022, 21 dias depois. Nesses casos, a penalidade da SEC normalmente não é extravagante (pelo menos não para o homem mais rico do mundo) e gira em torno de US$ 100.000.

Há ainda uma preocupação com o formato no qual Musk enviou a notificação das suas transações, o Schedule 13G. O correto seria ter utilizado o 13D. Qualquer pessoa que compre mais de 5% das ações de uma empresa deve registrá-la, e no formulário 13D contém perguntas sobre planos futuros envolvendo interações com a empresa adquirida incluindo uma fusão; reorganização ou liquidação do emissor, ou de qualquer uma de suas subsidiárias.

publicidade

Essas questões não estão presentes no formulário 13G,utilizado apenas quando investidores “não têm intenção de influenciar o controle do emissor“, saindo totalmente do contexto de alguém que vai ocupar um assento no conselho.

Musk já se desentendeu várias vezes com a SEC sobre a substância de seus tweets chegando até a ser processado em 2018 depois que ele twittou que tinha “financiamento garantido” para tornar a Tesla privada. Os tweets de Musk devem ser aprovados por um advogado antes de serem publicados, de acordo com um juiz. 

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar