Facebook está bloqueando pessoas que não ativaram ferramenta

O Facebook está bloqueando alguns usuários que não ativaram o Facebook Protect com autenticação de dois fatores até o prazo de 17 de março. A Meta, dona da rede social, anunciou em dezembro que começaria a exigir que os usuários de alto risco protegessem suas contas usando autenticação de dois fatores.

publicidade
Facebook fecha acordo de US$ 90 milhões para encerrar processo
Imagem: Pixabay

Esse recurso é muito importante para aumentar a segurança de seus usuários. Devido a essa preocupação, o Face bloqueou a conta daqueles que não fizeram a ativação para que eles sejam obrigados a realizar o processo antes de voltar a suar a conta na plataforma.

Ative o Facebook Protect para desbloquear sua conta“, diz a notificação. “Conta bloqueada em 17 de março de 2022. Tomamos essa precaução para manter sua conta segura enquanto você ativa medidas de segurança adicionais.

publicidade

No entanto, alguns usuários que habilitaram a medida de segurança adicional ainda se viram bloqueados em suas contas na sexta-feira. Outros que não solicitaram o Facebook Protect também foram bloqueados, com alguns enfrentando problemas técnicos ao enviar um código para seus telefones .

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Facebook Protect
Mídias sociais buscando maior segurança  (Imagem: Pixabay)

O que é o Facebook Protect e para que ele serve

De acordo com um relatório publicado em um site americano especializado (CNET), alguns usuários do Facebook que habilitaram a medida do recurso Facebook Protect ainda se viram bloqueados em suas contas e outros estavam enfrentando problemas para obter um código de segurança enviado para seus telefones.

publicidade

No início de dezembro de 2021, o Facebook anunciou a expansão do Facebook Protect como parte de suas melhorias na segurança. É um programa projetado para pessoas que provavelmente serão altamente visadas por hackers maliciosos, incluindo defensores de direitos humanos, jornalistas, famosos e funcionários do governo.

O Facebook Protect ajuda esses grupos de pessoas a adotar proteções de segurança de conta mais fortes, como o processo de autenticação de dois fatores, e monitoramento de possíveis ameaças hackers. Testado pela primeira vez em 2018, e aumentado antes das eleições de 2020 nos EUA, a expansão global do recurso começou em setembro de 2021.

Desde então, mais de 1,5 milhão de contas habilitaram o Facebook Protect e, dessas, quase 950 mil contas recém-inscritas na autenticação de dois fatores, segundo dados do próprio Facebook.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar