Por que Elon Musk vai demitir 10% dos funcionários da Tesla?

Não é nenhuma novidade que Elon Musk tem uma tendência a se meter em polêmicas e acabar nos noticiários. Seja brigando com a SEC, comprando o que lhe der na teia ou fazendo afirmações no mínimo instigantes, lá está o homem mais rico do mundo. E agora não seria diferente, após sair nos noticiários dizendo que ia acabar com o modelo Home Office em suas empresas, Musk agora volta dizendo que vai demitir 10% dos seus funcionários.

publicidade
Musk vai demitir 10% dos funcionários
Elon Musk pausa contratações em suas empresas e agora quer demitir 10% dos trabalhadores (Imagem: Alex Kotliarskyi on Unsplash)

O futuro dono do Twitter, processo de compra ainda em andamento (ou quase), parece estar fazendo uma reestruturação nas suas empresas. Recentemente ele enviou um e-mail para seus funcionários da Tesla e da SpaceX e agora tomou mais medidas que podem até ser indício de uma possível crise financeira.

Musk vai demitir 10% dos funcionários por causa de um “super bad feeling”

O caso chegou aos ouvidos da mídia após um vazamento de um e-mail que o bilionário enviou aos executivos da Tesla ordenando que se interrompesse todas as contratações da empresa, mundo afora.

publicidade

Além da pausa nas contratações, Musk também mencionou a possível demissão de 10% da força de trabalho da empresa. Segundo dados levantados pela SEC no final de 2021, a Tesla possui mais de 100.000 empregados ao redor do mundo, incluindo temporários e meio período.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

O mais engraçado de toda essa situação, não que as demissões sejam engraçadas de alguma maneira, é que parece que só agora o homem mais rico do mundo parece estar percebendo a crise. Em seu e-mail ele menciona ter um “super bad feeling” sobre a economia — traduzindo essa frase para o português poderíamos pensar na sentença como uma “sensação ruim pra caramba”.

Demissões em massa não são uma novidade para a Elon Musk

A empresa do bilionário já tem um histórico de demissões em massa, sendo assim a medida não é nenhuma novidade. Afinal de contas, estamos num período de crise já há bastante tempo.

publicidade

Em outubro de 2017 a Tesla demitiu centenas de trabalhadores, em junho de 2018 a empresa mandou embora 9% de sua força de trabalho, 7% em janeiro de 2019 e em abril de 2020 houve um corte de salários e depois mais uma demissão em massa.

Piadas à parte,  a “sensação ruim pra caramba” que Musk está tendo é bem fundada e um reflexo dos vários problemas que estamos enfrentando hoje. O fato de a empresa ter passado pelo período da pandemia sem maiores noticiários de demissões em massa já pode ser considerado um milagre.

Basta ver a situação que temos hoje, a China está fechando as portas mais uma vez na tentativa de erradicação da Covid-19, estamos numa crise de fornecimento de materiais usados na criação de eletrônicos (há bastante tempo já), instabilidade generalizada no mercado financeiro (principalmente no ramo da tecnologia) e para completar tudo isso, ainda tem uma guerra acontecendo entre a Rússia e Ucrânia.

E você? O que acha do  “super bad feeling” do bilionário?

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar