Sede da Apple é evacuada após descoberta de pó branco

Um susto em Cupertino. O Apple Park, sede mundial da Apple, foi parcialmente evacuado após a descoberta de um pó branco. O conteúdo do estranho envelope continha uma material suspeito e não identificado.

publicidade
Vista aérea da sede Apple em Cupertino (Imagem: Carles Rabada/Unsplash)
(Imagem: Carles Rabada/Unsplash)

O famoso prédio projetado por Steve Jobs foi evacuado após socorristas encontrarem envelope com conteúdo suspeito. Após socorristas da empresa encontrarem o envelope, foi sugerido aos funcionários que evacuassem o prédio.

Toda a precaução por trás do objeto encontrado nas instalações se deu devido a casos antigos de ataques com a arma biológica Antraz, que aumentam sempre as suspeitas sobre pós “brancos não identificados”.

publicidade

Apple é evacuada, mas perigo foi descartado

Segundo o capitão do Corpo de Bombeiros da área, Justin Stockman, em entrevista ao canal americano NBC Bay Area, “uma parte do campus técnico foi evacuada depois que os socorristas descobriram um envelope contendo uma substância em pó branco.”

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Ainda segundo informações apuradas, após algum tempo, eles chegaram a conclusão de que “não encontraram nada perigoso” no conteúdo do envelope.

Apple tranquiliza funcionários

Em comunicado ao The Verge, a Apple deu um panorama atual sobre a situação envolvendo sua sede em Cupertino. “A Apple disse aos funcionários do Apple Park que ‘as autoridades concluíram que não havia presença de materiais perigosos”, declarou a empresa.

publicidade

Após algum tempo do ocorrido, as atividades voltaram ao normal, com “todas as seções abertas”.

Dados adicionais sobre qual seria a substância branca encontrada nas dependências da Apple não foram informadas, seja pelo Corpo de Bombeiros ou pela própria big tech – indicando que pode ser o caso de ainda estarem testando a substância estranha. 

O que é o Antraz?

O Antraz é uma “é uma toxinfecção causada pelo Bacillus anthracis”, segundo a Fiocruz. Se manifesta de forma cutânea (pele), respiratória ou intestinal. Nos casos de ataque com pó branco (fins de arma biológica), o objetivo sempre foi a infecção das vias aéreas, a mais letal forma da doença.

Recriação de imagem da bactéria que causa Antraz (Imagem: Saudedica.com.br/Divulgação)
Recriação de imagem da bactéria que causa Antraz, sua versão mais letal é a contaminação através das vias respiratórias (Imagem: Saudedica.com.br/Divulgação)
publicidade

A evacuação foi feita, principalmente, pelos ataques terroristas com essa categoria de arma, em solo americano, que assustaram e trouxeram grande repercussão mundial no início do século. O ano de 2001 ficou marcado por uma série de situações envolvendo diversos alvos nos Estados Unidos.

Desde então, toda a situação “estranha” onde são encontrados materiais do tipo pó branco, em envelopes ou pacotes, trazem a tona essa memória traumática em torno de possíveis novos ataques com Antraz.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar