Site do Sebrae está há vários dias fora do ar após ataque hacker

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) confirmou ter sofrido ataque hacker, noo qual tem feito com que seus serviços estejam indisponíveis desde a última terça-feria (29).

publicidade
Sebrae
Sebrae (Imagem: Reprodução / Sebrae)

A entidade privada brasileira de serviço social, sem fins lucrativos, foi criada em 1972, em busca da estimulação do empreendedorismo no país através da capacitação de micro e pequenas empresas.

Usuários que tentam acessar a página oficial do órgão se deparam com a mensagem “Não é possível acessar esse site”.

publicidade
Sebrae confirmou ter sofrido ataque cibernético
Site do Sebrae fora do ar desde terça-feira, dia 29 de março (Imagem: Reprodução / Sebrae)

Sebrae confirmou ter sofrido ataque hacker

A entidade postou em sua página do Twitter que tem trabalhado arduamente para restaurar os canais danificados.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

O Sebrae apura as causas e trabalha pelo restabelecimento dos sistemas para normalizar o acesso aos canais de atendimento o mais rápido possível, incluindo o portal e todos os serviços oferecidos”, informou o Sebrae, sem dar previsões de voltas do serviço.

publicidade

Além disso, as investigações para encontrar as pessoas por trás do ataque e responsabiliza-las pelos seus atos estão prosseguindo a todo vapor.

O Sebrae tomou providências para que a interrupção e instabilidade no sistema, provocados por um ataque cibernético, sejam resolvidos, a fim de remediar danos e responsabilizar infratores envolvidos”, completou o órgão.

Atendimentos sem o site

Para continuar o atendimento aos empresários de pequenos negócios, o órgão explica que a linha 0800 570 0800 está disponível, tanto pelo telefone, quanto pelo WhatsApp. Mas, infelizmente, nem tudo pode ser resolvido por lá. 

Os serviços de emissão gratuita de Nota Fiscal Eletrôncia (NFe) e do Conhecimento de Transporte Eletrônico (CTe), assumidos pelo Sebrae em 2017, só podiam ser feitos através do portal, o que significa que as micro e pequenas empresas que dependem deles estão impossibilitadas de realizar vendas legais para seus clientes.

publicidade

Inclusive, o problema nas emissões de NFe foram comentados por usuários do Twitter e se mostra muito mais grave do que parece.

Segundo o DownDetector, plataforma de monitoramento de disponibilidade de serviços online, o pico de reclamações sobre os serviços da entidade aconteceu no começo da tarde da terça-feira, 62% dos usuários reclamou sobre a versão WEB do site, enquanto 31% reclamou da disponibilidade do aplicativo.

O serviço de emissão de nota Fiscal foi um dos primeiros a  apresentar problemas, mas sites de vagas e cursos também estão fora do ar.

E você? Também foi afetado pela queda dos sistemas do Sebrae? Consegui resolver de alguma forma? Compartilha com a gente!

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar