cibercrime

IoT: Número de novos malwares aumentou três vezes no primeiro semestre de 2018

Segundo o relatório da Kaspersky Lab sobre Internet das Coisas, no primeiro semestre de 2018, os dispositivos de IoT foram atacados por mais de 120.000 modificações de malware. Esse número é três vezes maior que a quantidade de malware observada na IoT durante todo o ano de 2017. De acordo com a Kaspersky Lab, o crescimento exponencial das famílias de malware direcionado a dispositivos inteligentes dá continuidade a uma tendência perigosa: em 2017, o número de modificações de malware voltados aos mesmos dispositivos também aumentou 10 vezes em relação a 2016.

Money Loss Prevention: conferência apresenta novas ferramentas para proteção de informações corporativas no Brasil

A SearchInform irá reunir especialistas e profissionais de segurança da informação (SI) para falar sobre novas soluções, ameaças e tipos de fraudes praticadas na atualidade, em uma série de conferências gratuitas – o Road Show Brasil 2018. Tendo com tema, “Money Loss Prevention: a proteção do futuro”, a ação acontecerá no Brasil em 16 de agosto, em São Paulo, das 9h às 12h, no Hotel Pullman. Em Joinville, o evento será no dia 21 de agosto, das 9h às 12h, na Associação Empresarial de Joinville.

HID Global e ThreatMark oferecem novas soluções para detecção de fraudes bancárias

A HID Global, assinou um acordo de colaboração com a ThreatMark, uma empresa de tecnologia de detecção de fraudes e ameaças, para desenvolver novas soluções que irão aumentar a capacidade das instituições financeiras de detectar ameaças cibernéticas, como malware, ransomware, hacking de aplicativos, phishing e transações fraudulentas.

Relatório DFNDR Lab aponta para um crescimento de 44% em ciberataques no Brasil

Segundo este relatório a guerra cibernética não para de crescer e os golpes digitais são cada vez em maior número e de um grau de sofisticação elevado. Entre o segundo e o terceiro trimestre de 2017, por exemplo, o Brasil registrou um aumento de 44% no número de ataques digitais, segundo o Relatório da Segurança Digital no Brasil, divulgado esta semana pelo DFNDR Lab, laboratório especializado em cibercrime.

Crimes virtuais afetam 42 milhões de brasileiros

O Brasil ocupa lugar de destaque no cenário global de cibercrimes, e a situação piorou no ano passado. Em 2016, 42,4 milhões de brasileiros foram vítimas de crimes virtuais, o que representa um aumento de 10% no número de ataques em comparação com 2015.

Previsões da Symantec para 2017

Todos os anos os ataques às organizações e indivíduos são mais sofisticados e as empresas de cibersegurança enfrentam mais dificuldades em travar essas ameaças.

Unisys lança Stealth(aware) para combate ao cibercrime

A Unisys Corporation anunciou o lançamento do Stealth(aware), uma nova aplicação do software Unisys Stealth que auxilia no combate ao cibercrime, permitindo que as organizações implementem recursos de segurança por microssegmentação ao longo de toda a rede.

Como criminosos realizam fraude em cartões bancários no Brasil

A manipulação ilícita de cartões de pagamentos é extremamente rentável aos ciberatacantes e, mesmo com o aumento de medidas de segurança para evitar novas fraudes, não há indícios de aposentadoria precoce destes profissionais em nenhuma localidade do globo terrestre. A FireEye Labs descobriu um grupo de brasileiros que comete esses crimes e explica seu método.

Redes corporativas sofreram 32 milhões de tentativas de ataques, diz Fortinet

Esse é dos resultados do Programa de Avaliação Global de Ameaças Cibernéticas da Fortinet (CTAP), que analisa o tráfego de rede nas companhias em busca de indicadores de invasões. O estudo indica que empresas de todos os tamanhos e verticais continuam enfrentando um cenário constante e consistente de ameaças, com mais de 32 milhões de tentativas de ataques a essas redes em cinco meses (outubro de 2015 a fevereiro de 2016).

Editorial: Um alerta assertivo: “Sejam um pouco paranóicos, sim?”

Eugene Kaspersky veio a Barcelona falar de coisas realmente importantes e que afetam diretamente as pessoas e as empresas. Não divagou, nem impôs conceitos, limitou-se a falar de uma realidade objetiva e alertar consciências sem ter de recorrer a realidades virtuais ou a operações de cosmética.

Relatório detalha submundo do cibercrime no Brasil

Um recente relatório publicado pela Kaspersky Lab revela a vida secreta dos cibercriminosos no Brasil e classifica o país como um dos mais perigosos para os usuários digitais, principalmente por conta de ataques maliciosos específicos que roubam dinheiro e dados privados.

Indústria do cibercrime movimenta US$ 325 milhões, revela pesquisa

A Cyber Threat Alliance (CTA), aliança que foi cofundada pela Fortinet, Intel Security, Palo Alto Networks e Symantec, divulga pesquisa sobre a evolução e o impacto global do ransomware CryptoWall. Todas as descobertas-chave e dados analíticos do relatório são baseados na visibilidade conjunta que os membros do CTA têm relativamente à ameaça CryptoWall v3, sendo possível que o impacto tenha ido além da mesma.

Cibercrime está em alta na AL. Brasil é um dos principais alvos de hackers

É o que identificou o estudo Cybersecurity Latin America Report, patrocinado pela Nexusguard, empresa global de segurança da informação, e conduzido pela Cybersecurity Ventures. O levantamento mostra ainda que a América Latina é uma região vulnerável a ataques e aponta um mercado promissor na área de segurança da informação.

Tecnologia reforça segurança das compras online

A Prosign IT desenvolveu uma plataforma capaz de deixar o usuário protegido na hora de efetuar a compras online. O sistema desenvolvido pela empresa faz uma dupla certificação e utiliza o computador e o smartphone para finalizar o atendimento. Com essa plataforma, o índice de fraudes e crimes virtuais com o usuário pode diminuir em