compras online

E-commerce: estudo revela elevada taxa de abandono de carrinhos de compras

O recente estudo E-Commerce Radar, com os resultados consolidados no comércio eletrônico brasileiro em 2017, apresentou importantes informações sobre o comportamento dos consumidores nos mais diversos segmentos. Entre os dados apresentados destaca-se a alta taxa do chamado “abandono de carrinho”, em que o cliente seleciona os produtos que pretende comprar no site, porém não finaliza a venda. A média observada no E-Commerce Radar foi de 82% de carrinhos abandonados em 2017.

Confiança do consumidor nas compras online aumentou, diz pesquisa

Os brasileiros estão se sentindo cada vez mais confiantes para comprar na internet. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), oito em cada dez consumidores consideram seguras as aquisições por e-commerce.

Geração Y tem maior probabilidade de comprar via internet

Estudo da Pay-Pal revela que brasileiros de 18 a 34 anos de idade, protagonistas da geração Millennial, também conhecida como Geração Y, têm mais chance de adquirem online produtos e serviços de sites no exterior do que a população em geral. Eles representam cerca de 20% da população mundial e no Brasil totalizam mais de 58 milhões (dados do IBGE).

Smartphones superam tablets nas compras online pela primeira vez, diz estudo

A Adyen, empresa global de tecnologia de pagamentos, acaba de divulgar seu novo Índice Trimestral de Pagamentos Móveis (MPI). Pela primeira vez na série do relatório, mais de um terço (34%) das transações online globais foram feitas em dispositivos móveis, em comparação a pouco mais de 30% no trimestre anterior. Os smartphones superaram os tablets na preferência dos consumidores.

E-commerce: classe B lidera em compras de final de ano

É o que mostra o levantamento feito pelo TVxtender, veículo pertencente à ROIx, voltado à distribuição de mídia digital. Segundo ele, a classe B é o segmento que mais vai aproveitar as ofertas por meio das compras online, totalizando 43% da movimentação no período.