intel security

A Segunda Economia e os desafios para uma segurança eficaz

A economia convencional, constituída por notas e moedas, transformou-se totalmente e hoje depende de sistemas digitais distribuídos, que formam a “Segunda Economia”. Esta nova realidade engloba diversos sistemas vulneráveis e atrai a atenção de cibercriminosos que buscam o máximo de oportunidades para aplicar golpes, cometer roubos e destruir reputações.

Cyber Threat Alliance nomeia ex-executivo da Casa Branca como presidente

Na RSA Conference, que decorre em São Francisco, a Cyber Threat Alliance (CTA) anunciou a nomeação de Michael Daniel como o primeiro presidente da organização e sua constituição formal como uma entidade sem fins lucrativos. Além disso, os membros fundadores Fortinet, Intel Security, Palo Alto Networks e Symantec anunciaram a inclusão da Check Point Software Technologies e da Cisco como novos membros fundadores da aliança.

Departamentos de TI consideram difícil manter a nuvem segura, diz Intel

Quase 40% dos serviços de nuvem são agora ativados sem o envolvimento da TI e a visibilidade desses serviços de Shadow IT caiu para menos de 47% neste ano. Como resultado, 65% dos profissionais de TI acreditam que esse fenômeno está interferindo em sua capacidade de manter a nuvem segura, de acordo com o segundo relatório anual sobre segurança na nuvem da Intel Security.

12 recomendações para melhorar o desempenho da nuvem com segurança

Então sua empresa decidiu finalmente usar “a nuvem” para aproveitar todas as suas vantagens? Esse é um passo que certamente lhe permitirá diminuir custos e aproveitar características como a elasticidade da capacidade de processamento e armazenamento, bem como dos aplicativos.

Intel Security avisa para riscos associados à IoT em 2017

O futuro das ameaças de IoT, regulamentos e prováveis respostas dos fornecedores foram alguns dos temas apresentados pela Intel Security no relatório Previsões de Ameaças 2017 do McAfee Labs. O estudo mostra que dispositivos IoT devem ser pensados como parte de uma rede. Suas conexões fazem as ameaças e respostas serem intimamente ligadas à nuvem.

Integração de contramedidas na segurança é inevitável

Estamos acompanhando a transformação digital e assistindo cada vez mais coisas serem conectadas. Essa evolução cria ambientes bastante heterogêneos, formados por diversas tecnologias, com diversas funções desenvolvidas por diversos fabricantes.

O que podemos esperar das ameaças cibernéticas no próximo ano

Em 2016 continuamos a assistir o rápido avanço do cibercrime. As ameaças móveis dispararam e o ransomware foi o grande vilão da segurança da informação. A disponibilidade de kits disponíveis na deep web fez com que mesmo pessoas sem conhecimento técnico aprofundado pudessem comprar um malware e direcionar um ataque de ransomware, criptografando máquinas e solicitando pagamento de resgate às vítimas para restaurar o acesso aos dados.

Aumento da adoção da nuvem trará novos desafios à segurança da informação

Cada vez mais a confiança na nuvem está aumentando, empresas estão optando por estes serviços devido a maior flexibilidade e custo atraente. Atualmente não podemos mais considerar se uma empresa deve ou não migrar seus processos para a nuvem (seja pública, privada ou híbrida), a questão é quando isso irá acontecer, pois o caminho é inevitável. Com o volume crescente de dados sensíveis e dispositivos conectados, é normal que esta movimentação atraia também a atenção dos cibercriminosos.

McAfee Labs divulga previsões de ameaças para 2017

A Intel Security lançou hoje seu Relatório de previsões de ameaças para 2017 do McAfee Labs, que identifica 14 tendências que merecem atenção em 2017. Destaca ainda os acontecimentos mais importantes a serem acompanhados na área de segurança da nuvem e da Internet das Coisas (IoT) e os seis desafios mais difíceis de resolver enfrentados pelo setor de segurança.

McAfee volta a ganhar vida própria

Intel faz spin-out da área de segurança numa transação de US$ 4,2 bilhões com a TPG. Neste negócio, a Intel deverá receber US$ 3,1 bilhões e reter 49% de participação na nova companhia após completar a transação, passando a TPG a deter 51% da nova empresa, sob o nome McAfee.

Vítimas de ransomware podem recuperar seus dados sem pagar resgate

Em ação conjunta, Europol (a polícia nacional holandesa), Intel Security e Kaspersky Lab lançam a iniciativa No More Ransom (Chega de Resgates, em tradução livre), nova etapa na cooperação entre autoridades legais e setor privado para combater o ransomware. O projeto inclui portal com informações sobre os perigos deste tipo de ataque, além de ajudar vítimas a recuperar seus dados sem que precisem pagar resgates aos criminosos virtuais. São mais de 160 mil chaves disponíveis.

Falta de talentos em segurança cibernética deixa empresas e países vulneráveis

Este é um dos resultados do estudo da Intel Security, em parceria com o Center for Strategic and International Studies (CSIS). O levantamento global “Estratégias para a escassez de qualificação” destaca a crise da falta de talentos que está impactando a indústria de segurança cibernética, tanto nas empresas quanto nos países.

Intel Security anuncia novo diretor de Canais para América Latina

A Intel Security, empresa de segurança da informação, acaba de nomear Gabriel Quiroga como responsável pelos Canais da América Latina. O executivo acumula mais de dez anos em vendas, gerenciamento de canais e desenvolvimento de negócios. Ele colaborou com importantes multinacionais de TI em toda a América Latina.

Mais confiança é vital para ampliar adoção de cloud, revela estudo da Intel Security

Blue Skies Ahead? The state of cloud adoption (Céu azul? O estado da adoção da nuvem) é o mais novo relatório divulgado pela Intel Security. O levantamento global mostra a necessidade de os fornecedores de tecnologia auxiliarem empresas, governos e consumidores a entenderem a adoção cada vez maior da nuvem e as etapas necessárias para protegê-la.

Como garantir privacidade on-line? Intel Security dá dicas

A Intel Security está atenta à necessidade de manter íntegros os dados de quem usa a internet. Ela entende que é preciso promover a conscientização do respeito à privacidade, à proteção dos dados e à geração de confiança na internet. Confira a seguir as dicas da empresa para ajudar a proteger a privacidade do usuário enquanto estiver on-line.

McAfee Labs contabiliza 327 novas ameaças móveis por minuto

Segundo o McAfee Labs, o total de malwares móveis já detectados quase dobrou no último ano. No terceiro trimestre de 2015, a empresa contabilizava aproximadamente 10 milhões de amostras de malwares móveis, enquanto no terceiro trimestre de 2014 o número era de 5 milhões de amostras.

Cebrace amplia controle e segurança com Intel Security

A joint-venture da francesa Saint-Gobain e da japonesa NSG, produtora de vidros e espelhos sul-americana, adotou tecnologia McAfee Web Security e McAfee Web Gateway Appliance para melhorar a segurança do ambiente de TI, além de proteger a infraestrutura e o acesso web dos usuários da companhia.

Emerson reforça proteção de infraestruturas críticas com Intel Security

A Emerson Process Management uniu-se à Intel Security, divisão da Intel, para melhorar e reforçar a solução integrada de segurança cibernética da empresa e proteger melhor o sistema distribuído de controle (DCS) DeltaV. Esse novo nível de proteção foi desenvolvido para auxiliar a proteger os recursos e os dados mais importantes.

Indústria do cibercrime movimenta US$ 325 milhões, revela pesquisa

A Cyber Threat Alliance (CTA), aliança que foi cofundada pela Fortinet, Intel Security, Palo Alto Networks e Symantec, divulga pesquisa sobre a evolução e o impacto global do ransomware CryptoWall. Todas as descobertas-chave e dados analíticos do relatório são baseados na visibilidade conjunta que os membros do CTA têm relativamente à ameaça CryptoWall v3, sendo possível que o impacto tenha ido além da mesma.

McAfee Labs avalia trajetória de 5 anos de ciberataques

A Intel Security divulga o Relatório de ameaças do McAfee Labs: agosto de 2015, que inclui uma investigação sobre as principais técnicas de exfiltração usadas pelos cibercriminosos e uma retrospectiva de cinco anos sobre a evolução do cenário de ameaças desde o anúncio da aquisição da McAfee pela Intel Corporation há cinco anos.

Intel Security dá 4 dicas para detectar e erradicar ameaças corporativas

Bruno Zani, gerente de engenharia de sistemas da empresa, diz que mesmo depois de uma anormalidade inicial ou ameaça ser detectada, ela ainda pode levar dias ou meses para alcançar a plena descoberta e contenção. Além disso, os malwares mais destrutivos são aqueles projetados para evoluir ao longo do tempo, tornando-se cada vez mais difíceis de serem detectados.

Intel Security revela 6 estratégias de hackers para atacar redes corporativas

Saber como pensam os hackers é o primeiro passo para manter a rede corporativa segura na opinião de Bruno Zani, gerente de Engenharia de Sistemas da Intel Security. Segundo ele, existem seis fases de intrusão que são usadas frequentemente pelos hackers para burlar os esquemas de segurança. Conhecê-las é a melhor forma de proteger a empresa dos ciberataques. Veja a seguir:

Entrevista da Semana: “Há riscos que o cliente aceita correr”

A segurança tem de passar a ser encarada de uma forma diferente, disse Bruno Zani, da Intel Security, em entrevista à B!T TV. Tem de deixar de ser vista como silos de antivírus ou firewall para ser encarada como tecnologias que têm de trabalhar em conjunto.