KPMG

Cibercrime organizado gera disrupções em empresas digitais, diz estudo

A pesquisa “Taking the Offensive – Working Together to disrupt digital crime”, realizada pela BT, empresa de telecomunicações e consultoria KPMG, em parceria com a pesquisadora Vanson Bourne, identificou que apenas um quinto dos executivos de TI das grandes empresas multinacionais afirmam que suas organizações estão realmente preparadas para combater a ameaça do cibercrime.

KPMG abre 250 vagas para programa de trainee Novos Talentos

A KPMG, empresa de serviços e consultoria em variados setores, anuncia que o processo seletivo, presente em todo o País está aberto para estudantes a partir do 4º semestre até dois anos após formado nos cursos de Ciências Contábeis, Administração de Empresas, Ciências da Computação, Ciências Atuariais, Direito, Economia, Engenharias, Estatística, Matemática e derivados na área de tecnologia.

Indústria automotiva ainda não está preparada para era móvel e conectada, alerta KPMG

As análises estão apoiadas no estudo “Operárias ou donas do jogo: A indústria automotiva está na encruzilhada de uma era altamente digitalizada”, realizado pela KPMG. Ele revela ainda que as montadoras ainda buscam suas melhores alternativas para tirar proveito do fato de que, no futuro, o carro não será o único foco do negócio e que crescerá a importância de os dados do consumidor estarem conectados de maneira inovadora para gerar novos fluxos de receita para a indústria.

Quase metade dos conselheiros considera a dependência de sistemas maior risco tecnológico das empresas

Diante de um cenário no qual as empresas estão cada vez mais utilizando a tecnologia em seus processos, os conselheiros acreditam que a grande dependência que as companhias têm dos sistemas é o maior risco relacionado à tecnologia da informação (TI). Em segundo lugar, com 34%, os riscos relacionados à segurança e a proteção de informações em geral são itens que preocupam os conselheiros.

50% das empresas utilizam armazenamento em nuvem para reduzir custos

A KPMG Internacional realizou um estudo que revelou que quase metade das empresas consultadas opta pela adesão à computação em nuvem principalmente pela diminuição de custos. Publicado no relatório “Alavancando os negócios com a Nuvem” (em inglês, Elevating Business in the Cloud), o estudo foi realizado a partir de entrevistas com cerca de 500 executivos

Big data gera extraordinárias oportunidades de proatividade

Parece não haver qualquer dúvida. O Big Data, mais do que tudo, cria extraordinárias oportunidades de proatividade por parte das empresas fornecedoras de serviços, nomeadamente as telecom. A Furturecom 2014, a decorrer em São Paulo, debateu esta manhã esta temática. Na Futurecom 2014, que abriu hoje oficialmente as suas portas, em São Paulo, um painel recheado