opiniao

Chatbots e o futuro da interação corporativa

A Inteligência Artificial (AI) está transformando o mundo em que vivemos, transformando-o em um lugar cheio de robôs e sistemas capazes de interagir e realizar tarefas antes praticadas exclusivamente pelos seres humanos. Filmes como HER, Blade Runner, A.I. – Artificial Intelligence, entre tantos outros do gênero de ficção, já previram como seria, em um futuro distante, a chegada de máquinas inteligentes, multifuncionais, e em alguns casos, capazes até mesmo de expressar sentimentos.

Sua empresa está tecnologicamente preparada para o home office?

Nunca se ouviu tanto falar em home office como nos últimos tempos. Milhares de empresas têm optado por investir em trabalhadores remotos a fim de melhorar a qualidade de vida das equipes e assim, consequentemente, aumentar o desempenho dos negócios. E essa crescente demanda é comprovadamente eficaz. Segundo pesquisa realizada pela Economist Intelligence Unit (EIU), 60% das pessoas acreditam que a mobilidade os torna mais produtivas e 45% se acham mais criativas fora dos escritórios. Ou seja, essa é uma tendência que promete gerar benefícios para todos os envolvidos. Porém, para dar certo, é necessário implementar soluções adequadas e que garantam que o trabalho seja realizado com qualidade e que a segurança das informações organizacionais seja mantida.

Como a melhora dos processos logísticos beneficia o e-commerce

O e-commerce cresce a passos largos no Brasil. Prova disso é o resultado da pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), que identificou que esse modelo de negócio saiu de um faturamento de R$ 11,5 bilhões em 2011 para R$ 60 bilhões em 2017, o que representa 12% de crescimento. A expectativa é um aumento de 15% no e-commerce nacional com mais de 220 milhões de pedidos.

Revolução 4.0 e as oportunidades para área de suprimentos

A Era Digital já é realidade. Hoje, a agilidade e a criatividade são pontos chave para o sucesso de qualquer companhia e, para se adaptar ao cenário de maneira que os resultados sejam otimizados e o tempo seja muito bem aproveitado, as empresas e seus colaboradores procuram novas oportunidades e formas de trabalhar. Uma vez que as mudanças tendem a ser cada vez mais rápidas, será necessário preparo para absorver as transformações digitais com estratégia e agilidade, além de muita inovação para acompanhar todo o processo.

Como as empresas devem se preparar para a nova lei geral de proteção de dados

Finalmente foi sancionada a lei geral de proteção de dados no Brasil. Esta é a primeira lei brasileira que se assemelha aos padrões de leis internacionais, bem próximo ao que já foi implementado anos antes nos Estados Unidos e, recentemente, na Europa. Para as empresas, as principais mudanças são referentes a coleta e uso de dados pessoais e também a segurança desses dados.