Crea-SP contrata Sonda IT para modernizar infraestrutura

CloudHOMENegócios

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo, Crea-SP, fechou com a Sonda IT contrato que prevê suporte e desenvolvimento do projeto de modernização da infraestrutura de TI. Toda a documentação arquivada pela entidade será digitalizada, gerenciada e disponibilizada online. Em um primeiro momento, duas milhões de páginas serão processadas, e

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo, Crea-SP, fechou com a Sonda IT contrato que prevê suporte e desenvolvimento do projeto de modernização da infraestrutura de TI.

engenheiro

Toda a documentação arquivada pela entidade será digitalizada, gerenciada e disponibilizada online. Em um primeiro momento, duas milhões de páginas serão processadas, e em alguns meses o número deve passar para o que deve atingir 14 milhões.

A Sonda IT adaptará o CreaNet (sistema interno do conselho) para integrá-lo à plataforma Enterprise Content Management (ECM) e viabilizar o compartilhamento de todo o acervo e registros de empresas e profissionais por Cloud Empresarial.

Com isso, o Crea-SP pretende ampliar os serviços oferecidos com ensino a distância e biblioteca virtual.

“Com o desenvolvimento deste projeto, esperamos aperfeiçoar os serviços prestados aos profissionais e às empresas, reduzir a necessidade da presença física, através de processos 100% eletrônicos, e, desta forma, aumentar a agilidade no atendimento e na resposta às solicitações”, explica o Engenheiro Francisco Kurimori, presidente do Crea-SP.

A Sonda IT foi escolhida por uma licitação pública e o processo de implementação foi formalizado e iniciado em janeiro.
O alcance inicial é de mil usuários. Porém, espera-se expandir o uso do sistema para realizar toda a gestão administrativa, financeira, de recursos humanos, dos processos internos e do conselho deliberativo.

A chilena Sonda IT encerrou 2012 com faturamento de US$ 1,41 bilhão, crescimento de 14,9% em relação ao ano anterior. O lucro líquido totalizou US$ 95 milhões, alta de 16,2% sobre 2011. A empresa está presente em 62 escritórios em mais nove países, como Argentina, Brasil, Colômbia, Equador, Costa Rica, México, Peru, Uruguai e Panamá. O Brasil representa 61% dos resultados da companhia, instalada aqui desde 1989.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor