Estudo revela os trending topics do e-commerce brasileiro

E-commercee-Marketing

O mercado de e-commerce continua ganhando destaque na economia brasileira e deve crescer 12%, movimentando R$ 53,5 bilhões em 2018.

O mercado de e-commerce continua ganhando destaque na economia brasileira e deve crescer 12%, movimentando R$ 53,5 bilhões em 2018. As projeções são do relatório Webshoppers 37, divulgado pela Ebit. Mais de 60 milhões de consumidores farão compras online este ano, impulsionando o setor.

Para acompanhar as tendências desse segmento durante todo o ano, a Nuvem Shop, acaba de realizar um levantamento que destacou os números do comércio eletrônico referentes ao primeiro trimestre de 2018. Os dados levantados permitem avaliar os trending topics do setor entre janeiro e março de 2018 e analisar o desempenho cada nicho de mercado. Os resultados foram extraídos da base de lojistas que utilizam a plataforma de serviços de e-commerce da Nuvem Shop, que possui mais de 18 mil lojas movimentando o mercado online atualmente.

De acordo com José Abuchaem – Fundador e CMO da Nuvem Shop, o ano começa com o pé direito para o e-commerce no Brasil. “Observamos movimentos importantes com o aumento do número de empreendedores que comercializam seus produtos digitalmente e que aproveitam ao máximo a tecnologia para melhorar seus canais de vendas e a interação com seus clientes”, ressalta.

O levantamento da Nuvem Shop apontou um aumento de 107% no número de lojas virtuais criadas no primeiro trimestre de 2018, em comparação com o mesmo período de 2017. O segmento de moda foi o que mais cresceu em número de lojas abertas (148%), seguido de saúde e beleza (117%), alimentos e bebidas (194%) e eletrônicos e tecnologia (44%).

O nicho de moda segue na liderança na categoria volume de transações (12%), representando 47% do total de transações realizadas na plataforma no primeiro trimestre, seguido de saúde e beleza (12%) e casa e jardim (6%).

As transações realizadas via dispositivos móveis continuam ganhando importância no comércio eletrônico. No primeiro trimestre de 2018, cresceu o número de transações mobile (39%), assim como o volume de compras (67%), comparado ao mesmo período do ano anterior, aumentando a participação na receita dos lojistas virtuais.

O volume das compras via mobile representou 50% do total de transações, contra 40% no mesmo período de 2017, um crescimento de 10%. O levantamento apontou ainda que o percentual de receita dos lojistas virtuais decorrente das transações mobile cresceu 13%, passando de 30% em 2017 para 43% em 2018. No primeiro trimestre de 2018, o ticket médio de vendas via mobile foi de R$ 377.

No primeiro trimestre de 2018, o segmento de moda realizou o maior volume de negócios virtuais via dispositivos móveis em relação ao total do ano, com 53% das transações, seguido de saúde e beleza, com 12% e casa e jardim, com 3%.

Read also :