Achou que ficaria barato; Samsung condenada após enganar clientes por propaganda

Dizem que propaganda é a alma do negócio, mas uma propaganda mal feita pode levar a consequências severas. A Samsung que o diga, afinal de contas, a gigante dos dispositivos móveis passou dois anos enganando clientes sobre características dos seus dispositivos.

publicidade
Samsung
Samsung faz anúncios enganosos sobre resistência à água de seus dispositivos (Imagem: Reprodução / ACCC)

Samsung anuncia aparelhos resistentes a água

O caso veio a público graças a uma publicação feita pelo ACCC, a Comissão australiana de Concorrência e Consumidores, um órgão com funções similares no Brasil ao PROCON. No comunicado à imprensa, o órgão não só informa que a empresa admitiu o fato como diz que ela foi sentenciada a pagar AU $14 milhões (dólares australianos).

Ao criar comerciais de produtos é comum que algumas empresas exagerem na exaltação de recursos que tornam os seus dispositivos únicos. Mas, quando esse exagero todo pode resultar em prejuízo para os clientes que adquirem aquele produto, a coisa fica bem feia para a empresa.

publicidade

Este é o caso da Samsung Austrália, que de março de 2016 até outubro de 2018 liberou uma série de anúncios enganosos “afirmando” que seus dispositivos possuíam resistência à água. Os anúncios foram distribuídos em larga escala através das redes sociais e até nas próprias lojas da empresa sul-coreana, tanto físicas quanto digitais.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Os anúncios eram sobre os aparelhos:

  • Galaxy S7;
  • S7 Edge;
  • A5 (2017);
  • A7 (2017);
  • S8;
  • S8 Plus;
  • Note 8.

Samsung é condenada por anúncios enganosos

Os anúncios que fizeram a Samsung vender mais de 3,1 milhões de aparelhos na Austrália, mostravam informações que afirmavam que os seus aparelhos eram resistentes à água de piscinas e do mar.

publicidade

A empresa confirmou, com atraso, que os aparelhos mencionados nos anúncios ao entrarem em contato com a água poderiam danificar a porta de carregamento do aparelho.

As investigações começaram em 2019 e durante este período o ACCC investigou vários casos onde clientes da empresa abriram reclamações sobre produtos que apresentaram defeitos após entrar em contato com água. 

Analisamos centenas de reclamações de consumidores que relataram ter tido problemas com seus telefones Galaxy depois que foram expostos à água e, em muitos casos, eles relataram que o telefone Galaxy parou de funcionar completamente”, disse a presidente da ACCC, Gina Cass-Gottlieb.

Segundo o órgão, os anúncios enganosos da sul-coreana tiveram uma grande influência sobre a decisão de compra dos aparelhos por parte dos clientes

publicidade

As alegações de resistência à água da Samsung Austrália promoveram um importante ponto de venda para esses telefones Galaxy. Muitos consumidores que compraram um telefone Galaxy podem ter sido expostos aos anúncios enganosos antes de tomarem a decisão de comprar um novo telefone”, completou.

Após a empresa ser multada num valor que ultrapassa os R$ 50 milhões, a ACCC afirmou que a multa era só um lembrete para as empresas de que elas têm que se atentar como vendem seus produtos e que qualquer tentativa de enganar os consumidores será duramente repreendida.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar