Conheça a lista das 10 maiores compras de Big Techs de todos os tempos

Quais serão os valores pagos para aquisições de Big Techs? O Bit Magazine foi atrás de informações para montar um ranking com as maiores compras de Big Techs de todos os tempos. Após a última grande soma de 44 bilhões de dólares paga por Elon Musk para adquirir o Twitter, a dúvida ficou no ar.

publicidade
Contrato sendo assinado (Imagem: Scott Graham/Unsplash)
(Imagem: Scott Graham/Unsplash)

Ranking das “bagatelas” pagas na compra de empresas de tecnologia

Antes de mostrarmos os maiores exemplos, já alerto que a compra de Elon Musk feita pelo Twitter não foi a maior quantia já paga.

É a maior quantia paga por uma rede social, mas quando falamos em tecnologia no geral, ainda existiram investimentos maiores.

publicidade

10. Facebook compra WhatsApp

Imagem: Webster2703 por Pixabay

Em 2014, oferecendo mais papeis do que “dinheiro vivo”, o Facebook comprou a plataforma de mensagens instantâneas WhatsApp por quase US$ 22 bilhões no total. 

O valor havia sido fechado em 19 bilhões, mas dado que os preços das ações do Facebook subiram, o resultado foi um “gasto” maior por parte da empresa para fazer a aquisição. 

A proposta inicial do Facebook inc. (como na época se chamava o grupo Meta) havia sido arcar com US$ 12 bilhões em ações do Facebook e outros 4 bilhões em dinheiro pelo WhatsApp. O restante seria dividido entre os 55 funcionários do mensageiro, um total de US$ 3 bilhões em ações para os indivíduos.

publicidade

9. Microsoft comprando LinkedIn

LinkedIn twitter pinterest tumblr
LinkedIn (Imagem: Pixabay)

Constatando o crescimento da rede social profissional LinkedIn, a icônica Microsoft não desperdiçou essa oportunidade. 

A aquisição por US$ 26,2 bilhões do LinkedIn pela empresa teve como objetivo aumentar o site de rede profissional e integrá-lo ao software corporativo da Microsoft, como o Office 365. 

Uma estratégia que colocou peso de vendas e distribuição da Microsoft na enorme base de usuários do LinkedIn.

publicidade

8. Salesforce adquire Slack

(Imagem: Stephen Phillips/Unsplash)

A plataforma de comunicação e integração de equipes Slack é uma das maiores em seu segmento e a Salesforce (focada em soluções comerciais corporativas) ampliou seu leque de ferramentas com a compra.

Por um valor de quase US$ 28 bilhões, essa é a maior aquisição da Salesforce. Com essa compra, a empresa assumiu uma das plataformas de comunicação para ambientes de trabalho mais populares.

7. Softbank comprou a Arm

A tecnologia da Arm é usada pelo iPhone da Apple e quase todos os outros smartphones. A compra foi no valor de US$ 31 bilhões em 2016. Apesar do bom investimento, o Softbank resolveu vendê-la em 2020 para melhorar o estado de suas finanças.

6. IBM compra Red Hat

A transação aconteceu em 2019, onde a IBM adquiriu todas as ações emitidas e em circulação da Red Hat por quase 200 dólares cada, representando um valor total de cerca de US$ 34 bilhões. Esse ainda é o maior investimento da IBM para adquirir outra empresa.

5. AMD compra Xilinx

A Xilinx era uma das maiores fabricantes de chips do mundo e a AMD investiu cerca de US$ 35 bilhões para comprar todas as ações da empresa. O negócio favoreceu os investidores que receberam 1,7 ações da AMD por cada ação da Xilinx em seu poder.

4. Avago adquire a Broadcom

Para se tornar um dos maiores fornecedores de chips de semicondutores nos EUA, a Avago Technologies investiu US$ 37 bilhões ao adquirir a Broadcom. Como curiosidade, a empresa atende pelo nome Broadcom, mas negocia como Avago.

3. Elon Musk compra Twitter 

Twitter deve ser comprado por Elon Musk ainda nesta segunda e todas as informações são divulgadas
(Imagem: Pixabay)

Chegamos ao terceiro lugar em compras de Big Techs com a recente aquisição do Twitter por Elon Musk (dono da Tesla e SpaceX). O empresário comprou o microblog por cerca de US$ 44 bilhões. 

Antes do fechamento do negócio, esperado para o final de 2022, os acionistas e reguladores nos EUA terão que avaliar e só então o acordo será finalizado e assinado.

2. Dell vai as compras de Big Techs e adiquire EMC

A Dell comprou a empresa de armazenamento de dados EMC em 2015, por US$ 67 bilhões. A aquisição define a mais recente tentativa da produtora de computadores em diminuir sua dependência da indústria de PCs, após a demanda por laptops enfraquecer em 2016 com a crescente popularidade de smartphones e tablets.

1. Microsoft comprando Activision Blizzard

(Imagem: Divulgação / Activision)

Essa é ainda a número um em compras de Big Techs  (empresas de tecnologia), a gigante Microsoft buscando ampliar sua imersão na área de games comprou um dos pilares dessa indústria, a Activision Blizzard

A compra foi feita por US$ 68,7 bilhões e, com isso, a Microsoft se tornou a terceira maior empresa de jogos do mundo — pelo menos em receita —, ficando atrás somente da Tencent e da Sony. A aquisição também pode ser vista como um grande impulso para a empresa ocupar o metaverso.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar