Amarelou legal: Elon Musk pode não se livrar da compra do Twitter

O homem mais rico do mundo, Elon Musk, está usando de desculpas para não efetivar a compra do Twitter. O Microblog não parece estar nada satisfeito e pretende obrigá-lo a honrar suas promessas.

publicidade
Foto: Jeremy Bezanger – Unsplash

Denúncias contra Elon Musk feitas por investidores

As alegações são parte de denúncias feitas por especialistas em investimentos que identificaram a movimentação contra os “spam bots” como uma forma de ganhar tempo.

Elon Musk fez um novo comunicado na última segunda-feira (06), acusando o Twitter de ter um problema sério de contas falsas e robôs e ameaça desistir de seu acordo de compra da rede social, caso a empresa não faça mais esforços para provar que os usuários são reais.

publicidade

No final de abril, o conselho administrativo do Twitter teria aprovado a oferta pública de compra feita por Elon Musk, que assumiria integralmente a companhia e fecharia o capital da mesma, já que é uma empresa de capital aberto desde 2013.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

O empresário tem uma fortuna estimada em mais de US$200 bilhões  e estaria negociando a aquisição do Twitter por 44 destes. Na proposta, seriam pagos 54,20 dólares por ação (cotação feita no dia 27 de abril).

As negociações continuam

Especialistas jurídicos especulam que o bilionário está usando este ponto das contas robôs como desculpa para renegociar ou até mesmo abandonar a oferta feita ao Twitter, que está com os valores de mercado em queda nas últimas semanas.

publicidade

No comunicado feito por Musk, o empresário afirma que o Twitter está violando o acordo ao não atender às demandas por mais informações sobre spams e fakes.

Entretanto, mesmo com este rebuliço, fontes ligadas à administração do Twitter afirmaram que, nos bastidores, as negociações continuam.

Tanto as partes do bilionário quanto as da rede social têm se reunido regularmente, compartilhando dados e informações até se firmar o contrato.

Contas falsas e bots

No dia 13 de maio, o bilionário tuitou que iria suspender temporariamente as negociações, pois esperava detalhes que respaldassem que menos de 5% dos usuários da rede social eram fakes ou spams.

publicidade

Isso fez com que as ações caíssem mais de 17%, chegando a valer US$ 37,10 por ação após o anúncio, o nível mais baixo desde o anúncio da compra.

O objetivo de Musk era ganhar vantagem para adquirir a plataforma por um valor de compra mais barato e, talvez, até desistir da negociação sem sofrer nenhuma pena por isso.

Em documentos regulatórios divulgados pelo próprio Twitter, a empresa está comprometida em fechar a aquisição sem demora e pelo preço acordado desde o começo, US$ 44 bilhões.

Elon Musk está sendo investigado e apurações serão feitas

O bilionário também está sendo investigado por manipular o mercado por conta das investidas públicas ao capital do Twitter.

Segundo um dos líderes dos investidores que movem a ação feita na Califórnia, William Heresniak, afirma que “ao adiar e não divulgar corretamente a sua participação efetiva na compra do Twitter, Musk se envolveu em manipulação de mercado, fazendo com que ações da plataforma ficassem com um valor artificialmente mais baixo”.

O Wall Street Journal divulgou que Elon Muks está sendo investigado pela Securities and Exchange Commission (Comissão de Segurança e Câmbio, em tradução livre) por manipulação de mercado. Musk pode não conseguir sair do acordo e ter de honrar a promessa com o Twitter.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

 

Veja mais ›
Fechar