Amazon entra na guerra da internet via satélite com a Starlink

Mais uma empresa “preocupada” em fornecer conectividade para todo o planeta. A Amazon reserva até 83 foguetes para lançar seus satélites de transmissão de internet. A iniciativa se aproxima de outras como a Starlink de Elon Musk.

publicidade
Indicação de área de lançamento da empresa de Jeff Bezos, dono da Amazon (Imagem: Natalya/Unsplash)
A Blue Origin, empresa do também dono da Amazon Jeff Bezos está otimista sobre o projeto (Imagem: Natalya/Unsplash)

Plano ambicioso é da Amazon e outras empresas parceiras para fornecer internet a partir do espaço

Parece que todos querem estar na vanguarda da internet a partir do espaço e a Amazon não é diferente. Chamado projeto Kuiper, a missão com o objetivo final de fornecimento de internet é encabeçada pela gigante, seguida das parcerias com Arianespace, United Launch Alliance e Blue Origin (empresa espacial de Jeff Bezos).

Qualquer semelhança com as iniciativas de Elon Musk e a Starlink não é coincidência: a corrida espacial privada é uma realidade. 

publicidade

O projeto Kuiper prevê, segundo publicação do The Verge, “até 83 lançamentos no total em um período de cinco anos permitindo enviar ao espaço boa parte do equipamento de seu objetivo final com 3.236 satélites”.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Os valores referentes aos contratos não foram revelados pela empresa de Jeff Bezos, mas o porta-voz do projeto Kuiper, James Watkins, afirmou que “é a maior aquisição comercial de veículos de lançamento da história”.

Objetivos iguais, mas com execução em fases distintas

Essa é a principal diferença entre os projetos de Jeff Bezos e Elon Musk. Enquanto a Starlink já lançou por volta de dois mil satélites em órbita, oferecendo de forma limitada o serviço para milhares de assinantes, o projeto da Amazon ainda está engatinhando, pois, não enviou nenhum satélite para a baixa órbita terrestre.

publicidade

Se por um lado o projeto está saindo do papel agora, por outro a expectativa de execução do Kuiper são bem promissoras para, finalmente, enviar sua rede de satélites ao espaço.

Desenvolvimento acelerado projeto Kuiper da Amazon

Há cerca de um ano, a Amazon já divulgara a aquisição de nove lançadores para enviar lotes de seus satélites, mas no fim de 2021, divulgou planos de lançar outros protótipos com novos foguetes, vindos de outra empresa.  

Se tudo estiver pronto, conforme o planejamento, até o fim do ano serão feitos os primeiros lançamentos desses protótipos. Isso iria acelerar os prazos do projeto geral em pelo menos alguns anos.

As outras parcerias da Amazon também estão desenvolvendo seus foguetes, mas a iniciativa da gigante do varejo visa acelerar o processo de envio a órbita da terra. 

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar