Apple é investigada por espionar funcionários

A Apple é investigada novamente e, agora, está sob alvo de denúncias por questões de privacidade. A empresa, que investiu pesadamente em recursos dedicados à proteção de dados de usuários, foi acusada de obter informações de funcionários pelo iPhone.

publicidade
Apple é a marca mais valiosa do mundo no momento; veja a lista completa
Apple é investigada por espionar funcionários. Imagem: Divulgação/Apple

De acordo com o The Telegraph, o Reino Unido decidiu abrir uma investigação depois que a ex-engenheira sênior Ashley Gjøvik apresentou uma reclamação ao Information Commissioner’s Office (ICO) do Reino Unido por proteção de dados.

A profissional foi demitida em setembro passado, alegando que a demissão da empresa ocorreu depois que ela levantou preocupações relacionadas à privacidade.

publicidade

Gjøvik deixou claro que a Apple pressionou “seus funcionários a participar de procedimentos invasivos de coleta de dados”.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Nas alegações em que a Apple é investigada, a engenheira disse que a empresa usou um aplicativo nos iPhones dos funcionários para tirar fotos e vídeos automaticamente quando rostos foram detectados.

Apple é investigada: uma velha história

As alegações de Gjøvik contra a Apple não são apenas sobre privacidade, como ela afirmou no passado. Ela enfrentou bullying e assédio por parte dos gerentes, o que provocou uma série de protestos dentro da empresa.

publicidade

A empresa disse ao jornal em sua defesa que estava ciente das preocupações e reclamações contra ela: “Levamos todas as preocupações a sério e sempre que as preocupações são levantadas, as investigamos minuciosamente”.

AirPods recondicionados devolvidos após erro de ID da Apple

O mercado de AirPods recondicionados está passando por problemas sem precedentes. Milhares de fones de ouvido da Apple foram devolvidos depois que novos proprietários receberam uma mensagem de erro ao tentar emparelhá-los com o dispositivo.

De acordo com um relatório publicado pelo Business Insider, o problema está na rede Buscar (Find My) que conecta os AirPods. Claramente,  vemos que a empresa investiu em uma integração mais profunda dos dispositivos com a rede, com foco na segurança.

Para facilitar a localização dos fones de ouvido em caso de perda, ou até mesmo torná-los inutilizáveis ​​se acabarem em mãos de terceiros, a Apple dificultou a desvinculação dos fones de ouvido de um ID Apple, o que pode levar a mensagens de erro quando novos compradores compram o produto. .

publicidade

Os fones de ouvido AirPods estão associados a diferentes IDs da Apple, possivelmente porque um dos fones de ouvido está misturado com os AirPods de outra pessoa.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar