Asteroide é descoberto apenas 2 horas antes de atingir a Terra

Um asteroide foi descoberto recentemente apenas duas horas antes do impacto com a Terra. Em 11 de março, o astrônomo húngaro Krisztián Sárneczky, do Observatório Konkoly, perto de Budapeste, descobriu um pequeno asteroide vindo em direção ao nosso planeta.

publicidade
Asteroide é descoberto apenas duas horas antes do impacto com a Terra
Imagem: Pixabay

Designado 2022 EB5, o pequeno objeto rochoso adentrou em nosso planeta ao norte da Islândia, segundo o The SunMedindo aproximadamente 3 metros de largura, o 2022 EB5 estava em uma velocidade de 18,5 km/s.

Devido à a alta velocidade em que viajava, o asteroide vaporizou inofensivamente ao adentrar a atmosfera.

publicidade

Entretanto, especialistas dizem que, mesmo que o asteroide tivesse pousado na Terra, não teria causado muitos danos devido ao seu pequeno tamanho.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Atualmente, não está claro se algum fragmento residual sobreviveu ao impacto.

Moradores da Islândia relatam impacto com a Terra

Alguns moradores da Islândia relataram ter escutado um estrondo alto enquanto outros avistaram um flash de luz, levando a Organização Internacional de Meteoros a procurar testemunhos.

publicidade

Tais relatórios não são incomuns, pois os voos de asteroides através de nossa atmosfera normalmente causam um meteoro brilhante, ou estrela cadente, muitas vezes chamada de bola de fogo, de acordo com um relatório da  EarthSky .

Asteroide é descoberto apenas duas horas antes do impacto com a Terra
Asteroide é do impacto com a Terra. (Imagem: Bill Gray)

Quando 2022 EB5 atingiu a Terra, marcou a quinta ocorrência conhecida de um asteroide descoberto antes do impacto.

Antes dele já haviam sido detectados o 2008 TC3, que atingiu o Sudão, o 2014 AA, que atingiu o Oceano Atlântico, o 2018 LA, que atingiu Botswana e o 2019 MO, que caiu no Mar do Caribe, observou o astrônomo Marian Rudnyk em um  tweet.

publicidade

Rudnyk acrescentou que esta estatística destaca o quão perigosos são os asteroides e “quão vulneráveis ​​somos”.

O astrônomo amador Tony Dunn, divulgou uma animação em sua conta no Twitter mostrando a trajetória final do asteroide e seu impacto com a Terra.

Em uma tentativa de resolver essa vulnerabilidade, a NASA realizou recentemente um experimento simulado para avaliar o impacto de um asteroide colidindo com a Terra, de acordo com um novo relatório divulgado pela agência.

O exercício simulado durou dois dias e esperava avaliar a capacidade dos Estados Unidos de responder efetivamente a uma ameaça vinda do espaço.

A agência também se concentrou em verificar se os funcionários poderiam coordenar eficientemente comunicados aos governos federal, estadual e local sem alarmes.

Um impacto de asteroide em nosso planeta é um dos poucos desastres naturais que a ciência é capaz de prever com precisão e prevenir potencialmente, seja destruindo-o antes de adentrar o planeta ou seja isolando a área de sua queda.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar