China construirá usina hidrelétrica com tecnologia inusitada; descubra qual

O Governo da China informou recentemente sobre a construção de uma usina hidrelétrica através do uso de uma tecnologia inusitada. O espaço já está em fase de construção através da impressão 3D, cuja operação ocorrerá no planalto tibetano. 

publicidade
China construirá usina hidrelétrica com tecnologia inusitada; descubra qual
China construirá usina hidrelétrica com tecnologia inusitada; descubra qual. (Imagem: Wikimedia Commons)

A previsão é para que a nova usina hidrelétrica fique pronta em até dois anos, sendo capaz de fornecer cinco bilhões de quilowatts-hora anualmente para toda a China. Segundo informações do jornal South China Morning Post, pesquisas foram feitas por estudiosos da Universidade de Tsinghua. 

O estudo publicado pelos pesquisadores chineses apresenta detalhes a respeito das etapas de desenvolvimento do projeto que conta com o apoio de robótica e algoritmos de inteligência artificial (IA). Destacando que todo o procedimento não conta com nenhuma mão de obra humana durante a construção. 

publicidade

Capacidade da usina hidrelétrica chinesa

Quando e se o projeto ambicioso for concluído, o qual tem sido denominado de Yangqu, terá capacidade para chegar a 220 m, se tornando a estrutura mais alta de todo o mundo através da impressão 3D. O recorde atual batido por meio desta tecnologia é de um prédio de escritórios de dois andares em Dubai, com seis metros de altura. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Cientistas explicam que essa represa utilizará um sistema central de inteligência artificial com o objetivo de supervisionar uma extensa linha de montagem automatizada. Assim, dará início a uma frota de caminhões não tripulados usados no transporte de materiais de construção entre pontos do local de trabalho. 

A partir do momento em que os materiais de construção chegarem, escavadeiras e betoneiras não tripuladas transformarão o local em uma camada da represa. Logo em seguida, rolos equipados com sensores auxiliarão na pressão de cada camada para que se tornem mais firmes e duráveis. 

publicidade

De acordo com o estudo, quando uma camada estiver completa, os robôs vão enviar informações sobre o estado da construção de volta ao sistema de IA.

Apesar de a mineração do material de construção da usina hidrelétrica precise ser feita manualmente, os pesquisadores alegam que o sistema de inteligência artificial e o conjunto de robôs ajudarão a eliminar erros humanos. Um exemplo é quando os operadores de rolo não mantêm uma linha reta, ou quando os caminhoneiros entregam material no lugar errado.

Para o autor principal do projeto, Liu Tianyun, o sistema também permitirá que o trabalho no local evolua continuamente sem preocupações de segurança para os trabalhadores humanos.

Nos últimos anos, a China, que enfrenta uma queda na taxa de natalidade e uma possível escassez de mão de obra, tem recorrido à automação para manter suas indústrias em andamento.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar