Data definida: a inédita conexão móvel 5G “pura” está próxima em São Paulo

A tecnologia 5G standalone já está disponível em algumas cidades do Brasil como: João Pessoa e Porto Alegre, mas chega em São Paulo nesta quinta-feira, 04.

publicidade
5g estará disponível em São Paulo nesta quinta-feira. (Imagem: Pexels)

5G puro

Após reunião extraordinária do Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência (Gaispi), ligado à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e responsável pela liberação do sinal, o 5G standalone chega nesta quinta em São Paulo.

Cidades como Belo Horizonte, Brasília, João Pessoa e Porto Alegre já estão com sinal disponível desde semana passada.

publicidade

Conforme a Anatel, a liberação do 5G na maior capital do país ocorreu devido ao número expressivo de espaço para instalação de antenas, superando o previsto no edital que autorizou o uso da nova tecnologia.

Segundo as regras do edital, nessa primeira fase seriam necessárias, no mínimo, 462 estações ativas até o dia 29 de setembro. Até esta segunda-feira, dia 01, a Anatel já havia recebido 1.378 pedidos de licenciamento na faixa de 3,5 GHz. Quase três vezes mais do que o necessário.

Com o número expressivo, as instalações das antenas irão antecipar a chamada “limpeza do espectro na faixa de 3,5 Giga-hertz (GHz),” para o funcionamento do 5G puro, o standalone.

O 5G puro irá permitir uma conexão mais rápida e em menos tempo. A expectativa do Gaispi é que a cobertura atinja 25% da cidade de São Paulo nesta primeira fase.

publicidade

A Anatel informou que os pontos iniciais do processo serão as áreas da Avenida Paulista, Centro Histórico e Itaim Bibi.

Pelas regras do edital, as operadoras têm até 29 de setembro deste ano para cumprir a primeira exigência de, no mínimo, uma antena de tecnologia de 5G para cada 100 mil habitantes nas capitais brasileiras.

A cobertura 5G nas capitais do Brasil deve ser concluída até julho de 2025, se espalhando para o resto do país até 2029.

Fábio Faria pede ‘tecnologia especial’ para o Brasil

Hoje, o Ministro das Comunicações, Fábio Faria, liderou uma comitiva do governo brasileiro nos Estados Unidos, para pedir a Apple uma atualização no iOS dos aparelhos iPhone 13.

publicidade

A intenção do ministro é que os aparelhos comportem o a nova conexão – versão standalone.

Faria disse que foi diretamente à Apple pedir que a atualização seja feita o mais rápido possível e estima que até o fim de setembro a tecnologia já esteja disponível.

Mesmo que o Ministro das Comunicações consiga alcançar o objetivo, o resultado é quase que insignificante, já que menos de 10% dos 242 milhões celulares do país são iPhone.

Já no caso da Android, com a fatia esmagadora da população brasileira chegando até 90% do mercado, o Google deixa a ativação do 5G puro a cargo de cada fabricante.

Com informações: Agência Brasil, Exame.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar