Enviar mensagens de texto no WhatsApp pode virar “pesadelo” em breve

O envio de uma simples mensagem de texto no WhatsApp pode se tornar um sinônimo de dor de cabeça em breve. A suposição foi feita após um ex-chefe do Facebook, que agora se chama Meta, alertar quanto a um “pesadelo de privacidade e segurança” mediante mudanças significativas no aplicativo na Europa. 

publicidade
(Imagem: Wikimedia Commons)

Tudo começou após a União Europeia (UE) tentar equilibrar o campo de jogo no intuito de que aplicativos menores tenham chance de competir contra aqueles considerados gigantes, como o WhatsApp. Contudo, essa investida tem preocupado especialistas que já enxergam uma série de problemas em um futuro próximo. 

Pela proposta europeia, tanto o WhatsApp quanto outros aplicativos de renome com foco na troca de mensagens, seriam persuadidos a tornar as plataformas interoperáveis. Na prática, o resultado seria o envio de mensagens de texto através de vários serviços distintos.

publicidade

Mas, para se tornar realidade, o mensageiro que hoje conta com um sistema de criptografia de ponta a ponta teria que abrir espaço para concorrentes potencialmente não tão seguros entrarem em suas barreiras. A criptografia é responsável por proteger o conteúdo das mensagens contra hackers e demais olhares indiscretos. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Segurança do WhatsApp pode ficar ameaçada com nova lei

Com a conexão de vários aplicativos, a manutenção do sistema de criptografia seria mais difícil. Em casos extremos, teria que ser enfraquecido ou removido, de acordo com especialistas em segurança. É o que diz o ex-diretor de segurança do Facebook, Alex Stamos, que questionou:

“Como você diz ao seu telefone com quem deseja falar e como o telefone encontra essa pessoa? Não há como permitir a criptografia de ponta a ponta sem confiar em cada provedor para lidar com o gerenciamento de identidade”.

publicidade

Para Stamos, essa mudança seria um verdadeiro pesadelo. Enquanto isso, Will Cathcart, chefe do WhatsApp, também alertou quanto a esta medida, sugerindo que poderia haver uma explosão de spams devido à falta de informação necessária sobre as diretrizes de segurança e privacidade. Seria andar na contramão do que a empresa sempre pregou e se empenhou para colocar em prática com orgulho.

Hoje, o WhatsApp derruba milhões de contas mensalmente pela simples tentativa de compartilhar spams, atitude que não é tão eficiente em outros aplicativos de mensagens. De acordo com a nova Lei de Mercados Digitais, seria possível tornar efetivamente qualquer gigante da tecnologia através de uma capitalização de mercado superior a US$ 83 bilhões, ou a uma base de usuários com mais de 45 milhões de pessoas na União Europeia. 

Se esta investida se concretizar, o WhatsApp não será apenas coberto, como também se tornaria em uma espécie de Google, Microsoft, Amazon e Apple. Assim, todos que desrespeitarem as regras do “gatekeeper” correm o risco de serem multados em até 10% do faturamento total mundial, e outros 20% devido a violações repetidas.

A mudança, por enquanto, não atinge o Brasil.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar