Governo do Reino Unido planeja criar seu NFT em breve

Outro personagem de peso quer ingressar no mercado de imagens digitais. O Governo do Reino Unido planeja criar seu próprio NFT em breve. A iniciativa se une a diversas outras na mesma direção onde “organizações” tentam ingressar no novo mercado, com grandes margens de lucro.

publicidade
Seria lucro o motivo do Reino Unido entrar no mercado de NFTs? (Imagem: Pixabay)

O Reino Unido quer ter seu próprio NFT em breve

O movimento do país veio através do Chanceler do Tesouro, Rishi Sunak, ao fazer o pedido a Casa da Moeda Real para a criação de um token (NFT) o mais rápido possível. 

A tecnologia baseada em blockchain e tem sido muito utilizada por artistas envolvidos nas mais diversas áreas. Mas, a possibilidade de comercialização já atrai outros segmentos para a tecnologia inovadora.

publicidade

A informação sobre o pedido do Chanceler veio através do secretário econômico do Tesouro, John Glen, em discurso apresentado no Innovate Finance Global Summit, evento que envolve fintechs de todo o mundo, segundo informações do The Indian Express

NOTÍCIAS RELACIONADAS

No evento, o secretário também indicou as novas diretrizes que pretendem atender o mercado de pagamentos de forma sustentável para emissores de stablecoins (criptomoedas ligadas aos valores de moedas reais) e provedores de serviços para melhorar sua operação e crescer no país europeu.

A coroa é atuante em regras digitais

O reino britânico está envolvido nas investigações e mais duras penas as empresas de tecnologias que “quebram” a solidez de um mercado saudável — no que diz respeito as crenças da coroa.

publicidade

Tal situação, conforme revelado no evento, levará a novos posicionamentos do governo sobre o mercado digital. O governo britânico planeja criar uma força-tarefa para regular cripto ativos no país.

Sobre o assunto, o secretário foi enfático ao acrescentar: “O Tesouro e os reguladores, através da Força Tarefa de Cripto ativos, trabalham juntos para criar um cenário regulatório dinâmico que funcione para todos”.

Como conclusão dos objetivos buscados pela coroa, Glen deixou claro:

“Acreditamos que ao fazer do país um lugar hospitaleiro para as criptomoedas, podemos atrair investimentos… gerar novos empregos… e criar uma onda de produtos e serviços inovadores.”

publicidade

Ao que parece, essas ações do governo britânico não seriam somente para melhorar a relação de segurança do “mercado” financeiro digital, mas sim uma nova oportunidade de obter lucros com seu constante envolvimento nas questões regulatórias.

A criação de uma NFT própria do Reino Unido pode significar a aceitação da tecnologia ou, no pior dos casos, o ato de surfar em uma onda atrás de dinheiro.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar