Apple e Google Pay deixam de funcionar na Rússia

 

publicidade
Apple e Google Pay deixam de funcionar na Rússia; Ucrânia pede bloqueio da App Store
Imagem: Divulgação | Apple

Desde que a Rússia declarou guerra ao invadir à Ucrânia, o governo americano e a União Europeia determinaram sanções econômicas ao país. Elas incluíram restrições para transações estrangeiras com bancos russos através do sistema SWIFT (uma rede que liga mais de 11 mil bancos internacionais em transações seguras). 

Um relatório do Business Insider confirma que o Banco Central da Rússia não pode fazer transações no exterior atualmente, além dos cinco maiores bancos do país. E como resultado, a Apple Pay, Google Pay e outros serviços de pagamento digital também estão suspensas no território Russo.

publicidade

Os clientes de tais bancos não só não podem mais usar seus cartões no exterior, como também não podem pagar contas online, uma vez que as empresas estão registradas em países que emitiram tais sanções. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Sanções atingem cinco bancos russos

De acordo com o comunicado oficial, os cinco bancos afetados são o VTB Group, Sovcombank, Novikombank, Promsvyazbank e Otkritie.

O Banco Central da Rússia também comunicou que os cartões emitidos pelos cinco bancos não funcionam mais com Apple Pay ou Google Pay, pois as plataformas estão sediadas nos EUA.

publicidade

Cartões físicos ainda são permitidos no momento para serem utilizados por clientes russos, mas as carteiras digitais estão proibidas indefinidamente no país – além das várias proibições econômicas impostas por EUA, Reino Unido, União Europeia, Japão e Austrália.

Ucrânia solicita Apple bloqueie a Apple Store na Rússia e suspenda venda de dispositivos

Mikhailo Fedorov, vice-primeiro-ministro da Ucrânia, emitiu uma carta aberta pedindo que a Apple pare de fornecer produtos e serviços aos usuários russos em resposta ao contínuo ataque da Rússia à Ucrânia.

Fedorov postou a carta aberta em sua conta oficial no Twitter, dizendo que entrou em contato com o CEO da Apple, Tim Cook, para incentivá-lo a parar de fornecer produtos e serviços da Apple para a Rússia.

Apple e Google Pay deixam de funcionar na Rússia; Ucrânia pede bloqueio da App Store
Imagem: Reprodução | Twitter e GizChina
publicidade

“Apelo a você… para proteger a Ucrânia, a Europa e, finalmente, todo o mundo democrático… pare de fornecer serviços e produtos da Apple para a Federação Russa, incluindo o bloqueio do acesso à App Store. Temos certeza de que tais ações motivarão a população ativa da Rússia a interromper proativamente a vergonhosa agressão militar.”

Na quinta-feira (24), a Casa Branca divulgou uma série de medidas em resposta à Guerra na Ucrânia, que incluem impedir que a Apple e outras empresas americanas prestem serviços às forças armadas russas ou ao Departamento de Defesa. 

Até o momento a Apple não se manifestou sobre o pedido de Fedorov.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar