Instagram copia feed do TikTok mais uma vez

O Instagram está testando um novo recurso que ficará semelhante ao TikTok. O feed vertical em tela cheia será a nova aposta da rede social. Ou seja, ao abrir o aplicativo, o vídeo ficará mais à frente fazendo com que o usuário veja de imediato o conteúdo na vertical.

publicidade
TikTok Live é usado como "clube de strip" por menores
TikTok  (Imagem: Pixabay)

Segundo o TechCrunch, o objetivo é que os vídeos verticais fiquem em full screen, dando mais ênfase ao Reels, que é um dos recursos de vídeo de maior sucesso da rede social. A informação foi compartilhada por um dos chefes do Instagram, Adam Mosseri, por meio de um vídeo postado no Twitter.

Se a mudança ocorrer, o usuário terá a possibilidade de usar a barra de navegação interior para acessar outras guias, como o Reels e compras, por exemplo.

publicidade

Seine Kim, porta-voz da Meta, explicou que os demais itens da página como criar publicação, compras e ver as notificações, não serão modificados e continuarão na parte superior, assim como a possibilidade alternas para outras contas. Kim também informou que as imagens estáticas e postagens de vídeo também serão incorporadas ao feed de tela cheia.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

O novo recurso acaba omitindo a barra de stories, o que já acontece quando a tela é rolada para baixo. O que também não muda é a exibição do conteúdo temporário que fica no topo da página. Entretanto, se o usuário rolar a tela para cima de forma “manual’ ou clicar no ícone Home, ele retorna ao clicar.

Recurso do Instagram igual ao do TikTok ainda está na fase de teste

Não é a primeira vez que o Instagram realiza testes no feed focado em vídeos. O formato curto para usuários que fazem os melhores rolos, por exemplo, já disponibilizam bônus para os melhores.

publicidade

Uma curiosidade é que no final de abril, Mosseri informou sobre a mudança de algoritmos afim de que os conteúdos originais  do TikTok fossem repostados para valorizar o conteúdo original.

Com isso, o Instagram testou também tais modelos, permitindo que os criadores de conteúdo utilizem os formatos de bobinas em seus vídeos.

De acordo com dados divulgados pela Meta, atualmente os vídeos curtos correspondem em média 20% do tempo que os usuários usam no Instagram. Caso o recurso seja aprovado, a rede social estará modernizando cada vez mais, mas por enquanto a empresa segue nas fases de teste, que deve durar por semanas, até obterem uma análise e a decisão final.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar