Instagram nunca mais será o mesmo; a ordem foi dada e plataforma seguirá cada vez mais as tendências

O Instagram e Facebook vão continuar a mostrar conteúdo de contas que você não conhece, mesmo que isso te deixe incomodado.

publicidade
Prepare-se para fazer vídeos para o Instagram. (Imagens: Pexels)

Mudança no Instagram? Aceita que dói menos

Aos amantes do Instagram antigo, um aviso: ele não volta mais. O CEO da Meta, Mark Zuckerberg, disse que a empresa mais que dobrará a quantidade de conteúdo oferecido por recomendações do algoritmo ao usar a rede social até o fim de 2023.

Zuckerberg ainda afirmou que essa quantidade de conteúdos apresentados a mais aos usuários representam somente 15% no Facebook – com uma porcentagem maior no Instagram.

publicidade

Este novo foco da Meta é para tentar combater os crescentes números do TikTok. O objetivo tem sido competir com o uso pesado de Inteligência Artificial e exibir cada vez mais vídeos na plataforma, ampliando o alcance.

Aliás, foi com essa ferramenta que o TikTok se tornou uma das principais redes sociais dos últimos anos e gerou uma nova leva de influenciadores e criadores de conteúdo digital.

Na última quarta-feira (27), a Meta fez uma teleconferência sobre resultados e Zuckerberg explicou que:

“A Inteligência Artificial encontra conteúdo adicional que as pessoas acham interessante, isso aumenta o engajamento e a qualidade de nossos feeds.”

publicidade

O CEO afirma que a Meta usará a IA para recomendar todo o conteúdo que as pessoas compartilham publicamente em suas plataformas, como links ou fotos.

Segundo Mark, a empresa estaria fazendo algo único com os vídeos no foco, mas existem outros formatos possíveis na plataforma (no caso, o Instagram).

Crise no paraíso

Entretanto, a Meta está passando por uma crise forte em relação ao metaverso. Seja na produção de itens para a realidade virtual e até criadores de conteúdo que não estão gostando nada das novidades.

Na teleconferência, o CEO ainda disse:

publicidade

“Uma tendência social que estamos vendo é que, em vez de as pessoas apenas interagirem em comentários em feeds, a maioria das pessoas encontra conteúdo interessante em seus feeds e depois envia esse conteúdo para amigos e interage lá.”

Na interpretação dele, o feed está cada vez mais desaparecendo e o público do Facebook está envelhecendo.

Aliás, a Meta registrou uma queda de lucros neste trimestre e previu que os números no terceiro trimestre poderiam cair ainda mais.

E mais: a Meta não tem só o TikTok como grande concorrente, mas a Apple, que está desenvolvendo produtos para entrar forte no que conhecemos como Realidade Virtual.

Com informação: The Verge.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar