NASA revela antena que se “comunica” com o espaço profundo

Para os fãs de Star Trek, seria como se comunicar com a estação “Deep Space Nine”. A verdade é que a NASA revelou uma antena que se “comunica” com o espaço profundo. É um procedimento já utilizado pela agência americana para enviar e captar ondas das regiões mais remotas do cosmo.

publicidade
Antena de 34 metros DSS-53 em foto tirada a noite (Imagem: NASA/Divulgação)
Antena de 34 metros DSS-53 em foto tirada a noite (Imagem: NASA/Divulgação)

NASA revela antena que se “comunica” com o espaço profundo e permite troca de dados com satélites em zonas remotas do espaço

Por mais que não tenhamos, ainda, a capacidade de enviar naves tripuladas em uma velocidade viável para investigações nos recantos mais profundos do cosmos, a nova antena da NASA permitirá a coleta de dados e envio de comandos para satélites que possam chegar nesses locais mais distantes e manter a exploração espacial ativa.

A nova antena tem até um nome parecido com a série americana Star Trek, conhecida por Deep Space Station 53, ou DSS-53. O equipamento com cerca de 34 metros, foi desenvolvido como parte da Rede Espacial Profunda (DSN) da NASA.

publicidade

Conforme o NY Post, o gerenciamento do equipamento acontece em forma de parceria entre os EUA e Espanha: 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

“O instrumento está operando a partir das instalações terrestres da NASA nos arredores de Madri e o Instituto Nacional de Tecnologia Aeroespacial da Espanha está gerenciando o instrumento em nome da NASA.”

Com declaração feita em Washington, publicada pelo jornal, o vice-administrador associado de Comunicações Espaciais e Navegação (SCaN), Badri A. Younes, reforçou a importância da parceria entre às duas nações:

publicidade

“A inauguração da antena deep space station 53 destaca a colaboração crítica e histórica entre o Reino da Espanha e os Estados Unidos que, através da Rede Espacial Profunda, continuará a permitir a exploração dos céus pela humanidade por muitos anos.”

Deep Space Station 53 é um equipamento de grande potência e capacidade operacional

 

Especialistas da agência afirmam que a capacidade do instrumento é de que, com o número máximo de 40 missões, seja possível “rastrear, enviar comandos e receber dados científicos de naves espaciais distantes.”

A DSS-53 é mais uma das antenas que fazem parte do sistema de espaço profundo. Sua adição significa um aumento de quase 10% no total da capacidade operacional.

publicidade

O gerente de projetos da DSN, Bradford Arnold, na questão de ganhos científicos fez a seguinte declaração: “isso vai resultar em 8% mais ciência, e isso é realmente significativo.”

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar