NASA revela data para humanos pousarem em locais distantes

Quando será que a NASA enviará naves para cinturão de asteroides conhecidos, analistas revisaram anos de orçamentos da agência espacial norte-americana para chegar a uma estimativa surpreendente. Os valores arrecadados e usados pela NASA sempre sofreram altos e baixos, principalmente nos momentos-chave do desenvolvimento da exploração espacial.

publicidade
Imagem do asteroide Psyche-16 (Imagem: NASA/Divulgação)
(Imagem: NASA/Divulgação)

Dados orçamentários demonstram probabilidades de viagens complexas da NASA

Dentro de todos os planejamentos da NASA para envio de missões existe, inclusive, uma para o asteroide Psyche 16 — que foi muito falado nos últimos tempos.

Diversos cientistas do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa, em Pasadena, analisaram os dados orçamentários da agência desde o ano de sua fundação em 1958.

publicidade

Os resultados foram publicados no Arxiv (da Universidade de Cornell) e, segundo eles, uma viagem para o Psyche 16 já seria viável em 2073, com tripulação — daqui a pouco mais de 50 anos. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Além do contato direto com o asteroide, outras estimativas foram feitas. A equipe previu um prazo para quando os astronautas poderiam pousar em Marte, Júpiter, Saturno e uma rocha espacial no cinturão de asteroides. 

Para chegar aos resultados, foram analisados todos os orçamentos da Nasa — com seus períodos de recessão e picos financeiros — desde a formação da agência espacial em 1958.

publicidade

As variações econômicas sempre influenciaram os projetos da NASA

Os pesquisadores, liderados por Jonathan Jiang, observaram uma série de picos nos volumes de recursos financeiros que a Nasa precisou abdicar para lidar com eventos-chave ao longo dos anos.

Grandes destaques conhecidos foram os picos de “gasto” financeiro com os primeiros anos do programa Apollo em 1966 e o anúncio em 2018 do projeto Artemis para retornar finalmente à Lua.

A conclusão fundamental das expectativas e estimativas é que a tendência geral é sempre de crescimento, apesar de percalços pontuais. Os dados históricos serviram de base para prever como a tecnologia poderá avançar nas próximas décadas — influenciando diretamente os prazos para conclusão dos objetivos.

Planos mais ousados ficariam para o próximo século

Os pesquisadores concluíram que uma missão não tripulada ao asteroide poderia ocorrer já em 2073, enquanto os astronautas poderiam pousar em Júpiter até 2103 e em Saturno até 2132.

publicidade

Após o programa Apollo, a NASA continuou fazendo missões, mas em sua maioria não tripulada. Isso poderia mudar rapidamente com os custos de lançamentos sendo reduzidos a 10% do valor que antes era necessário para tal.

De fato, a entrada dos mercados privados nas explorações espaciais será uma grande fonte de recursos financeiros para acelerar os projetos e criações tecnológicas.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar