Novo surto de Covid obriga cidade na China decretar lockdown

Finalmente a Covid-19 parece estar sendo controlada ao redor do mundo, inclusive, vários países já amenizam as restrições contra o vírus, como no Brasil, que derrubou em alguns lugares a lei que proibia a entrada de pessoas sem máscara em estabelecimentos. Enquanto isso, na China, local onde a pandemia começou, decidiram fazer o contrário.

publicidade
Xangai
Xangai (Imagem: Pixabay)

Seguindo suas rígidas regras baseadas em uma política de tolerância zero a novos casos da doença irão implementar, em Xangai, uma das maiores cidades chinesas, um novo lockdown geral para fazer uma testagem em massa de Covid será realizado.

Xangai é o centro econômico do país, mas mesmo assim foi decidido que nesta segunda-feira (28) seria iniciado o primeiro de dois estágios de lockdown para os seus 26 milhões de habitantes.

publicidade

De acordo com a medida, pontes, túneis e tráfego rodoviário serão restringidos na tentativa de conter o aumento de casos de Covid, que já é bem baixo se colocado em uma perspectiva global.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Como será feita a testagem em massa de Covid em Xangai

A primeira parte do lockdown deverá fechar metade da cidade. A segunda, que deverá ocorrer no dia 5 de abril, terá como objetivo testar a segunda metade da população.

Durante esse período, apenas serviços públicos e de fornecimento de alimentos estarão ativos nas áreas fechadas e a cidade de Xangai será dividida em duas, sendo feito um revezamento de moradores para a testagem em massa de Covid.

publicidade

“Pedimos ao público que apoie, compreenda e coopere com o trabalho de prevenção e controle da epidemia da cidade e participe dos testes … de maneira ordenada”, disse o governo da cidade em nota.

Cidade vem sofrendo com o vírus

Há quase um mês a cidade chinesa vem sofrendo com um novo surto do vírus. Apenas no último sábado foram registrados 2.631 casos assintomáticos da doença, cerca de 60% do número total registrado no país.

Há uma semana a China registrou também novas mortes pelo coronavírus, algo que não fazia parte dos seus boletins há mais de uma ano.

Covid causa escassez de alimentos e afeta até a produção de veículos na China

Moradores de Xangai já começaram a reclamar das situações dos supermercados, que estão quase sem estoque. Enquanto isso, os serviços de entregas estão completamente sobrecarregados.

publicidade

A situação chegou a tal ponto que obrigou a Tesla a parar as atividades de sua fábrica na cidade por quatro dias, alterando os planos da mesma de criar um circuito fechado que permitira continuar a produção.

A fábrica é responsável por produzir veículos para o mercado chinês e exportação para a Alemanha e Japão. Só no mês passado, a fábrica entregou mais de 55 mil unidades, com um pouco mais de 33 mil delas sendo exportadas.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar