O Instagram não voltará a ser “básico”; Meta está focada de forma incrível para a evolução da plataforma

Aparentemente, não será dessa vez que o Instagram voltará a ser uma rede social só de imagens assim como foi criado. Nem o clã Kardashian/Jenner está satisfeito com a plataforma.

publicidade
Conta paga? Instagram teste serviço de assinatura no Brasil
(Imagem: Freepik)

Nesta semana, uma publicação que continha um abaixo assinado online com mais de 100 mil assinaturas pedia que o Instagram voltasse a ser o que já foi um dia: uma rede social somente com fotos. 

O negócio ficou tão sério que às duas maiores contas da plataforma também postaram o abaixo assinado nos stories.

publicidade

Estamos falando de ninguém mais que Kim Kardashian (a pessoa mais seguida do mundo no Instagram) e sua irmã Kylie Jenner (a segunda pessoa mais seguida do mundo no Instagram). 

Claro, se a realeza das influencers mundiais clamou por uma mudança na rede social, algum responsável por ela tinha que se pronunciar. 

Logo, Adam Mosseri, CEO e líder de marca do Instagram, lançou um vídeo em suas plataformas explicando porque o Instagram continuará a ser cada vez mais uma rede social voltada para vídeos. 

“Eu preciso ser honesto. Acredito que cada vez mais o Instagram se tornará  mais do vídeo ao longo do tempo”

publicidade

Mesmo assim, o chefe da rede social afirmou que as fotos irão continuar a coexistir com os vídeos, entretanto, que o aparecimento delas irá depender do comportamento do usuário. 

Mosseri ainda afirmou: “O compartilhamento e a visualização de vídeos estão crescendo e teremos que nos apoiar nessa mudança”.

Transformar cada vez mais o Instagram em uma plataforma recheada de vídeos faz parte de uma grande mudança que a Meta (empresa dona da rede social) está fazendo em várias de suas ‘franquias’. 

publicidade

Instagram não imita, mas segue tendências

Recentemente, o Instagram transformou todos os vídeos da plataforma em Reels. Curiosamente (ou não) este é o mesmo formato dos vídeos que circulam na “rede social vizinha”: o TikTok

Há boatos que o engajamento cai, caso a pessoa publique vídeos do TikTok e mais, se mencionar a rede social rival, o alcance também pode cair. O mesmo vale no TikTok para a “outra rede social”. 

Entretanto, mesmo brigando pelo pódio da mídia social mais acessada, ambas continuam usando estratégias de vídeo para buscar mais usuários. 

Com a mudança do Reels, Mark Zuckerberg, chefão da Meta e dono do Instagram, quer que vídeos antigos também se popularizem e tentem confrontar a hegemonia atual do TikTok

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar