Por que a sede do Google na Rússia pediu falência

O Google tomou uma decisão inusitada no último dia 18 de maio: a sede da empresa na Rússia deu entrada em um pedido de falência, segundo informações da agência Reuters, confirmadas via mensagem publicada em registro russo oficial. 

publicidade
Sede do Google na Rússia pede falência
Sede do Google na Rússia pede falência. (Imagem: Pixabay)

Em nota, a subsidiária apresenta “uma notificação da intenção de se declarar insolvente (falida)”. A declaração da Google se tornou necessária após a companhia ter as contas bancárias confiscadas pelo governo. Desta forma, a empresa ficou impedida de funcionar livremente no país.

Portanto, a insistência em tentar manter o funcionamento do escritório na Rússia se tornou insustentável. Arcar com despesas de funcionários, fornecedores, vendedores além do cumprimento de demais obrigações financeiras se tornou um fardo para a Google

publicidade

Até o momento, a empresa ainda não se pronunciou oficialmente sobre o pedido de falência. Por outro lado, as autoridades russas alegaram ainda na última terça-feira (17), que não estava nos planos o bloqueio do YouTube, apesar das constantes ameaças e multas reconhecendo que a medida seria prejudicial aos internautas russos, indicando que deveria ser evitada.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

De acordo com o presidente-executivo da Rostelecom, Mikhail Oseevskiy, o Google mantinha operações na Rússia normalmente, incluindo todos os servidores. Até agora, ainda não ficou claro se as multas aplicadas ao Google incluem uma indenização de US$ 113 milhões. A princípio, o montante foi cobrado em dezembro do ano passado devido a falhas repetidas na deletação de conteúdo ilegal. 

Google enfrenta problemas desde bloqueio das contas

O Google enfrenta problemas, sobretudo financeiros, na Rússia, desde que a conta bancária da empresa foi confiscada. A medida foi adotada como uma pressão no país do leste europeu por não excluir os conteúdos que Moscou considerava ilegal. 

publicidade

De acordo com um canal de TV sancionado de propriedade de um empresário russo, em abril, os oficiais de Justiça apreenderam 1 bilhão de rublos, o equivalente a US$ 15 milhões do Google pela falha cometida pela empresa na restauração do acesso à conta do YouTube. Entretanto, esta é a primeira vez que a gigante da tecnologia de origem dos Estados Unidos da América (EUA), afirma que uma conta bancária foi bloqueada.

O Google não afirmou de imediato se a apreensão dos fundos foi a responsável pela declaração de falência ou se ocorreram outras apreensões e pressões não anunciadas oficialmente. 

O banco de dados do Serviço Federal de Oficiais de Justiça da Rússia listou duas apreensões desde meados de março, sem especificar os valores, além de outras multas e taxas de execução. O serviço confirmou que havia apreendido ativos e propriedades do Google.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar