Por que os carros 0km estão mais caros?

Quem quer investir em carros novos terá que investir uma média de R$ 60 mil. Nos últimos anos o valor de um veículo 0km subiu significativamente deixando os brasileiros assustados.

publicidade
Carro 0 km fica mais caro no Brasil (Imagem: Roman Ska/Pexels)

Um carro popular por exemplo, como o Fiat Uno Mille, custava cerca de R$ 23 mil em 2009. Ou seja, há menos de 20 anos vários fatores contribuíram para que o investimento de um carro novo no país fosse algo só para quem tem muito dinheiro.

Segundo reportagem do Estadão, um dos principais motivos que encareceram um carro 0 km são os impostos, cerca de 4 tributos federais estão embutidos na aquisição. São eles o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), o Programa de Integração Social (PIS) e a Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (COFINS) – além de outro estadual, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

publicidade

Em 1993, o governo baixou o IPI dos carros 1.0 para 0,1%, o que deixou os brasileiros mais empolgados criando uma demanda para o setor fazendo com que o Uno, Palio, Corsa, Gol e outros carros muito rodados no país vendessem além do que o esperado.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Atualmente, os veículos 1.0 têm 5,7% de IPI agregado ao seu valor. Para o professor do Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper), Alexandre Chaia, desonerar a indústria não é feito em um piscar de olhos.

“Mais do que o preço dos automóveis, o que pesa é a falta de renda da população. Por isso, o foco precisa estar em políticas de geração de emprego e crescimento econômico, para as pessoas terem capacidade de compra”, explicou.

publicidade

A procura por carros novos também influenciam no aumento

Outro fator que contribuiu para o aumento dos carros são itens que antes eram opcionais, mas agora passam a ser “obrigatórios” como a direção hidráulica e ar-condicionado, por exemplo.

“Os carros apresentam mais tecnologia e são vendidos com itens mais sofisticados, o que mantém o preço elevado”, explica o professor dizendo que essa incorporação tecnológica acaba deixando a venda mais cara.

Os custos produtivos do veículo também o tornaram mais caro, segundo Chaia, que afirmou que desde 2020, com a retração econômica causada pela pandemia, as commodities se tornaram mais escassas.

“Os carros são diretamente afetados com isso, por conta do aço, do ferro, da energia, do cobre, da borracha e de outros insumos. Isso impacta a cadeia global de produção”, comentou.

publicidade

Por conta disso, as montadoras optam por investir  tais insumos em veículos mais completos ou de luxo, que acabam sendo ainda mais caros como os SUVs, na qual também a demanda tem aumentado velozmente.

E não é só a procura por carros mais caros que tem aumentado, até mesmo para carros mais populares, mesmo com os valores mais altos, a procura por carros 0 km tem surpreendido as montadoras.

Segundo Chaia, “desde que a covid-19 deu as caras no país, mais pessoas optam pelo transporte individual. Outro elemento importante é que a pandemia não pesa igualmente em todos os segmentos sociais”, explicou.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar