Projeto incrível promete criar usina de energia solar gigante no espaço

A agência espacial britânica tem um plano ousado de criar uma usina de energia solar diretamente do espaço. A iniciativa reduziria o “problema” que vem sendo abordado sobre o uso do espaço terrestre para “fazendas de energia solar”.

publicidade
(Imagem: Andreas Gucklhorn/Unsplash

Uma usina de energia solar no espaço é o que promete agência espacial britânica

As informações são deduções sobre as últimas operações espaciais da agência britânica, segundo as informações do Space.com. O governo do Reino Unido estaria planejando construir uma usina solar no espaço e usá-la para transportar energia para até à Terra através “lasers”.

O Reino Unido está em uma missão de “salvação” planetária, tentando alcançar as emissões de poluentes propostas – ou seja, zero. A Iniciativa de Energia Espacial do Reino Unido foi lançada no ano passado para explorar opções para desenvolver uma usina solar baseada no espaço. 

publicidade

A iniciativa visa ajudar o Reino Unido a cumprir sua meta de zero emissões de gases poluentes que causam o efeito estufa até 2050. O objetivo visa alcançar o resultado de forma econômica, em relação às tecnologias atuais. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

A ideia se baseia em planos de um estudo de engenharia conduzido pela consultoria Frazer-Nash e comissionado pelo governo britânico em 2021.

Se observarmos bem, todas as tecnologias necessárias para isso já existem, o grande dificultador é a escalabilidade, levar essa tecnologia imensa até a posição correta para a sua captação energética. 

publicidade

As viagens espaciais e lançamentos de foguetes estão se tornando mais baratas e, possivelmente, serão reutilizáveis que os planos da SpaceX, de Elon Musk, conseguirem popularizar esse método.

No que se baseia a tecnologia?

Em sua estrutura básica, o satélite coletará energia solar por espelhos de grande diâmetro e leves, concentrando a energia capturada em células fotovoltaicas, assim como as placas solares conhecidas na Terra. 

O satélite produzirá eletricidade de corrente direta, que será convertida em seguida para micro-ondas, usando um amplificador de energia de radiofrequência, transmitindo essa forma de energia como um feixe de micro-ondas até os receptores na Terra.

A “usina” produziria muito mais energia do que alguma localizada em nosso planeta, sem ciclos de dia e noite para atrapalhar a absorção e geração energética. 

publicidade

Visando ser economicamente viável e rentável, o Reino Unido considera que tal usina produziria muito mais eletricidade do que uma usina de energia solar de tamanho semelhante na Terra. 

As estimativas para usinas do mesmo tamanho, na Terra e no espaço, calculam que a versão espacial conseguiria gerar mais de 13 vezes a energia solar terrestre.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar