Grupo hacker ligado à governo comunista roubou milhões em criptomoedas de importante país

Em novo relatório feito pela blockchain Elliptic, mais de US$100 milhões em criptomoedas foram roubados por hackers.

publicidade
Imagem: Pixabay – Gerd Altmann

Segundo o relatório publicado pela empresa Elliptic, o grupo Lazarus seria o responsável pelo ataque contra o protocolo Harmony.

Esta conclusão foi alcançada após rastreamento de movimentaçõs nos fundos roubados pelo ataque. Além disso, o padrão de operação lembra o grupo hacker ligado à Coreia do Norte.

publicidade

Por se tratar de um grupo ligado diretamente a um país, a Polícia Federal dos Estados Unidos (FBI) investiga o grupo por ações criminosas.

Não é a primeira vez que o Lazarus está envolvido em roubos de criptomoedas. O ataque à Ronin do Axie Infinity teve um rombo de cerca de US$ 600 milhões após invasão hacker. Foi considerado o maior ataque hacker à criptomoedas da história.

Recompensa para hackers

Na última sexta-feira, 24, houve um ataque massivo contra a ponte Horizon, responsável por fazer a conexão entre a Harmony e outras blockchain.

Na ação, mais de US$ 100 milhões em criptomoedas foram roubados.  Isso chega a próximo de R$ 520 milhões de reais.

publicidade

Posterior ao ataque, a Harmony ofereceu cerca de US$ 1 milhão para qualquer pessoa que tivesse informações sobre os hackers. E mais: estendeu a proposta ao próprio hacker, caso ele devolvesse os fundos roubados na ação.

Mesmo depois da proposta da Harmony, os hackers moveram fundos roubados quatro dias apos o ataque e ignoraram a declaração feita sobre a recompensa.

Entretanto, foi isso o que ajudou a rastrear e identificar o grupo de hackers, de acordo com a Elliptic.

Pelos dados divulgados pela empresa, as transações foram realizadas através do Tornado Cash (seviço que oculta a origem dos fundos).

publicidade

Foi este mesmo relatório que apontou que o método usado pelo grupo de hackers é um modelo parecido com que é usado em outros ataques feitos pela Lazarus.

Porém, eles não afirmam com certeza de que é mesmo o grupo Lazarus. O próprio relatório publicado pela Elliptic coloca que “nenhum fator isolado comprova que é, porém, o conjunto de ações sugere o envolvimento do grupo”.

Com as novas informações divulgadas, empresas poderão tomar medidas que garantam o não envolvimento com nenhum dos fundos roubados, fazendo com que os hackers tenham mais dificuldade de gastar as criptmoedas.

Embora as informações dadas pelo relatório não ofereçam soluções para a Harmony de modo a recuperar os fundos roubados, o FBI está em conjunto com a empresa para reaver o dinheiro.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

 

Veja mais ›
Fechar