Rússia manda cosmonautas para a Estação Espacial; veja vídeo

A Rússia mandou três cosmonautas para a ISS (Estação Espacial Internacional), nesta sexta-feira (18). A ação pôde ser acompanhada em tempo real através do canal da NASA no YouTube (assista abaixo) e também através da NASA TV, plataforma online da agência.

publicidade
Rússia manda três cosmonautas para a ISS
Rússia manda três cosmonautas para a Estação Espacial Internacional (Imagem: Roscosmos)

A espaçonave Soyuz estava programada para partir do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, às 12h55, horário de Brasília, tendo a bordo os astronautas Oleg Artemyev, Denis Matveev e Sergey Korsakov.

A viagem estava prevista para durar cerca de 3 horas desde o momento da partida do foguete, finalizando com a atracagem no módulo Prichal da estação. Toda a operação pôde ser assistida ao vivo, inclusive a cerimônia de abertura da escotilha.

publicidade

Rússia mandou três cosmonautas para a ISS pela primeira vez na história

O lançamento marca a primeira viagem da Soyuz desde a invasão russa à Ucrânia, que começou, oficialmente, em 24 de fevereiro. Os atritos causados pela guerra já haviam desgastado as parcerias espaciais da Rússia com outros países.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Inclusive, os Estados Unidos, maior parceiro da Rússia na ISS, impôs inúmeras sanções à nação comandado por Putin – que, em retorno, parou de vender motores de foguetes para empresas americanas e chegou até a suspender seus lançamentos feitos do espaçoporto europeu na Guiana Francesa.

Ao que parece, mesmo em meio à tensão causada pelo conflito, as operações da ISS continuam acontecendo de forma normal, fato que é assegurado pelos funcionários da NASA. O fato é, a Rússia é um parceiro muito importante no funcionamento geral da ISS e as próprias autoridades dos Estados Unidos confirmam isso.

publicidade
ISS
ISS é um esforço internacional com a Rússia como grande parceira (Imagem: Reprodução / ISS)

 

Alianças espaciais se mantêm mesmo em meio às tensões causadas pela guerra

Os planos para a retornada de Mark Vande Hei, o astronauta da NASA, com mais dois cosmonautas, ainda estão de pé. A viagem de volta a Terra deve acontecer no dia 30 de março, como previsto anteriormente.

Haviam rumores de que Mark poderia ser proibido pela Rússia de embarcar na espaçonave Soyuz. Tanto a agência espacial norte-americana quanto a russa confirmaram a inalteração dos planos.

publicidade

A Soyuz MS-21 é o primeiro voo da tripulação para a Rússia em 2022 e também a primeira vez na história da Estação Espacial internacional que uma missão da tripulação será lançada com três cosmonautas da Roscosmos (nenhum astronauta parceiro internacional).

Ele se juntarão com a atual tripulação de sete membros da Estação Espacial, fazendo a substituição dos três que estão programados para voar de volta à Terra em menos de um mês.

 

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar