Saiba porque a Netflix está demitindo 150 funcionários

A Netflix demitiu 150 funcionários e outras dezenas de contratados da Tudum, a maioria dos Estados Unidos. O motivo é devido o resultado de um relatório de ganhos que teve uma queda brusca da receita.

publicidade
Netflix
(Imagem: Venti Views / Unsplash)

Segundo informações da Variety, o documento relata que o lucro do streaming é “decepcionante e houve uma desaceleração do crescimento considerável”.

Outra fonte que tem informações diretas a empesa, informou ao The Verge que entre as demissões estão 26 contratados que prestam serviço para o site Tudum, portal que é focado nos fãs e é um canal complementar ao streaming.

publicidade

Essa não é a primeira vez que a companhia demite em massa. Anteriormente, cerca de 15 pessoas da área de marketing também foram desligadas, mais alguns também na Tudum.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Os 26 trabalhadores demitidos hoje foram comunicados do desligamento via e-mail pela porta-voz da Netflix, Erika Masonhal, que explicou que o motivo principal é por questões financeiras e não por desempenho.

Confira o comunicado da Netflix informando sobre a demissão

E não é de hoje que a Netflix tem perdido assinantes. No último trimestre, a empresa relatou que foram em média 200 mil pessoas que deixaram de assinar a plataforma, o maior número em uma década.

publicidade

“Conforme explicamos sobre os lucros, nosso crescimento de receita mais lento significa que também estamos tendo que diminuir nosso crescimento de custos como empresa. Infelizmente, estamos demitindo cerca de 150 funcionários hoje, a maioria dos EUA. Essas mudanças são impulsionadas principalmente pelas necessidades de negócios e não pelo desempenho individual, o que as torna especialmente difíceis, pois nenhum de nós quer dizer adeus a esses grandes colegas. Estamos trabalhando duro para apoiá-los nessa transição muito difícil. Vários contratados de agências também foram impactados pelas notícias anunciadas esta manhã. Somos gratos por suas contribuições à Netflix”, dizia o e-mail.

Um dos motivos para a queda de assinantes também está ligada com a guerra entre a Rússia e a Ucrânia, devido a retirada do streaming no país. A Netflix espera ainda perder mais de 2 milhões para o próximo trimestre.

Outro fator também que colaborou foi a redução de lançamentos de grandes sucessos de Hollywood que não chegaram na plataforma, o que acaba desmotivando os espectadores, principalmente com a diversidade de opções de streaming atualmente como Prime Video, Globoplay, HBO Max, entre outros.

Segundo o diretor financeiro da companhia, Spencer Neumann, a empresa ainda mais os gastos nos próximos dois anos.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar