Seu celular está em perigo! Google alerta sobre o spyware que age em Android e iOS

O Google começou a alertar, na última quinta-feira (23), sobre os perigos de uma nova ameaça digital. Segundo a empresa, o Hermit spyware, um programa italiano, estava sendo utilizado como ferramenta para invadir dispositivos Android e iOS.

publicidade
celulares mais vendidos no mundo
(Imagem: Anastasia Gepp por Pixabay)

O spyware, criado pela RCS Lab, uma fornecedora de spyware italiana que já fez parcerias com alguns governos europeus, foi identificado pelo TAG, Grupo de Análise de Ameaças do Google.

Para divulgar e dar mais informações sobre o ataque, o grupo criou um post no blog da própria empresa onde explica que vem “rastreando as atividades de fornecedores comerciais de spyware por anos e tomando medidas para proteger as pessoas”.

publicidade

Hermit spyware foi espalhado com a ajuda de provedores de internet

O spyware em questão é o Hermit, um programa desenvolvido em 2019 com o apoio de autoridades italianas. Na época, o programa era uma parte fundamental em uma operação do governo.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Segundo o Google,  o programa é bastante eficaz e pode facilmente infectar smartphones com os sistemas operacionais Android e iOS, permitindo que os atacantes visualizem informações como senhas e até mesmo mensagens.

Para piorar ainda mais a situação, a TAG afirma que um dos meios utilizados pelos hackers para propagar o vírus foi por provedores de internet (ISP): desabilitaram os dados dos usuários usando a ISP e enviaram mensagens de SMS com links que “iriam reestabelecer a conexão”. Além deste método, o spyware também foi camuflado como outros aplicativos.

publicidade

Os especialistas afirmam que o Hermit não chega a ser tão perigoso quanto outros spywares já conhecidos, como o Pegasus, mas traz consigo sua própria gama de problemas, um deles sendo sua natureza modular (dividida em partes que podem piorar a situação).

Ao que parece, uma vez instalado no dispositivo da vítima, a ameaça consegue baixar plugins adicionais que permitem a extensão de suas ações. Um dos plugins identificados faz com que o Hermit possa até roubar informações do calendário no celular do alvo.

Google alerta sobre perigos da indústria 

O Google se mostra bastante preocupado com o crescimento da indústria de spyware comercial.

Esses fornecedores estão permitindo a proliferação de ferramentas de hacking perigosas e armando governos que não seriam capazes de desenvolver esses recursos internamente”, disse a empresa.

publicidade

O maior medo neste quesito é de que a tecnologia caia em mãos erradas, como parece ter sido o caso atual. Mesmo assim, existem instâncias em que os próprios governos utilizam as ferramentas em atos antiéticos como a privacidade de jornalistas e participantes da oposição, ou até mesmo da população em geral.

A RCS Lab não tem falado publicamente sobre o caso, mas chegou a comentar que trabalha apenas com agências governamentais, o que não quer dizer muita coisa, já que o Pegasus também foi fruto de uma relação assim, parceria entre governo e um fornecedor de spyware comercial.

Em declaração feita na última semana, quando o caso foi exposto, a RCS Lab tentou tirar o foco da sua responsabilidade, comentando que o seu pessoal não tem participação no uso que os seus clientes fazem dos programas desenvolvidos por ela.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar