SpaceX de Elon Musk completa 20 anos: veja 5 marcos históricos

A SpaceX de Elon Musk completou vinte anos nesta semana com marcos históricos, tornando-se uma das maiores empresas espaciais privadas do mundo, além de alcançar diversos marcos importantes. 

publicidade
SpaceX de Elon Musk completa 20 anos: veja 5 marcos históricos
Imagem: Divulgação | SpaceX

A SpaceX é a primeira empresa privada a lançar, orbitar e recuperar uma espaçonave, além de ser a primeira empresa privada a enviar astronautas à órbita e à Estação Espacial Internacional (ISS).

Outro grande passo dado pela empresa foi o da internet via satélite com a Starlink, que usa mega constelações de pequenos satélites para tal fim.

publicidade

5 marcos históricos da SpaceX

Falcão 1 e NASA

Em 2006, a NASA concedeu um contrato de “Serviços de Transporte Orbital Comerciais” (COTS) à SpaceX, onde a empresa teve que demonstrar capacidades de entrega de carga para a ISS com uma opção de contrato para transporte de tripulação. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Após vários lançamentos fracassados ​​em 2006 e 2008, a SpaceX lançou com sucesso seu veículo de lançamento Falcon 1 em 28 de setembro de 2008, tornando-o o primeiro foguete de combustível líquido desenvolvido de forma privada a atingir a órbita.

Também tornou-se a primeira de seu tipo a colocar um satélite comercial em órbita quando implantou o satélite RazakSAT em julho de 2009.

publicidade

Em dezembro de 2010, a espaçonave reutilizável Dragon da SpaceX completou dois voos bem-sucedidos que completaram todos os objetivos da missão do COTS Demo Flight 1.

 Isso fez da SpaceX a primeira empresa privada a lançar, orbitar e recuperar uma espaçonave com sucesso.

Dragon C2, Falcon 9 veículo de lançamento pesado reutilizável

Em maio de 2012, o Dragon C2+ tornou-se a primeira espaçonave de fabricação privada a entregar carga à ISS. 

A SpaceX também começou o protótipo do Falcon 9, um veículo de lançamento de carga pesada reutilizável no mesmo ano. 

publicidade

A empresa anunciou o desenvolvimento de seu serviço Starlink em janeiro de 2015, prometendo fornecer internet banda larga de alta velocidade e baixa latência para usuários em todo tipo de terreno.

Em 2015, a SpaceX também viu um de seus maiores fracassos quando um dos veículos Falcon 9 explodiu apenas dois minutos após o lançamento mas alcançou seu primeiro pouso bem-sucedido no mar em dezembro de 2015 com o Falcon 9 Flight 20.

Starlink e lançamento de um Tesla em órbita

Em fevereiro de 2018, a SpaceX realizou voos de teste do Falcon Heavy, lançando o Tesla Roadster de Elon Musk no espaço com um manequim vestindo um traje espacial sentado na frente. 

Foi a primeira espaçonave privada lançada em uma órbita heliocêntrica.

Em maio de 2019, a SpaceX lançou uma constelação de 60 satélites Starlink em um foguete Falcon 9.

Crew Dragon, protótipo de nave estelar e missão Inspiration4

A SpaceX fez história em maio de 2020, quando se tornou a primeira empresa privada a enviar astronautas à ISS depois de lançar com sucesso dois astronautas da NASA em órbita em sua espaçonave privada.

Em 2021, a empresa quebrou o recorde de maior número de satélites lançados em uma missão ao lançar 143 satélites no Falcon dia 1° de janeiro.

Em 5 de maio de 2021, a empresa lançou e pousou com sucesso um protótipo de seu foguete Starship, projetado como um sistema de transporte reutilizável que pode transportar tripulação e carga para a órbita da Terra, a Lua e Marte.

Em setembro de 2021, a SpaceX lançou a missão Inspiration4, completando com sucesso a primeira missão de voo espacial orbital com apenas cidadãos particulares a bordo. 

A espaçonave também foi a primeira a orbitar sem nenhum tripulante com experiência anterior desde a espaçonave chinesa Shenzhou 7 em 2008. 

Todos os tripulantes da missão receberam treinamento da SpaceX.

Starlink em funcionamento na Ucrânia

SpaceX de Elon Musk completa 20 anos: veja 5 marcos históricos
Imagem: Divulgação | SpaceX

No dia 26 de fevereiro de 2022 a SpaceX através da Starlink se dispôs a fornecer internet para a Ucrânia durante a Guerra contra a Rússia.

A presidente da SpaceX, Gwynne Shotwell, compartilhou a notícia que estavam trabalhando no projeto há 6 semanas antes do pedido oficial do país.

“Estávamos trabalhando para tentar obter permissão – direitos de pouso – para estabelecer uma conexão na Ucrânia”, disse Shotwell de acordo com a SpaceNews, dizendo que a empresa estava trabalhando nisso devido à expansão planejada dos serviços Starlink na Europa e em outros locais.

Elon Musk, se comprometeu a entregar o Starlink no final de fevereiro, depois que a falta de conectividade da Ucrânia fez com que um oficial pedisse ajuda pessoalmente a Musk no Twitter. 

Esse funcionário era Mykhailo Fedorov, vice-primeiro-ministro da Ucrânia e ministro da transformação digital do país. 

Dois dias depois de seu tweet, em 28 de fevereiro, ele compartilhou uma foto no Twitter de um lote de novos terminais Starlink.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar