Spotify fecha escritório na Rússia em resposta contra guerra na Ucrânia

Entrando na lista de empresas que estão restringindo, e até encerrando, seus serviços no país comandado por Vladimir Putin em resposta ao conflito com a Ucrânia, o Spotify decidiu fechar seu recém aberto escritório na Rússia

publicidade

A empresa havia aberto o local em janeiro, após uma nova lei do país exigir que empresas com mais de 500 mil usuários tivessem pelo menos uma sede no país até esse ano. Devido ao fato dessa lei ser bem recente, muitas organizações não estão aderindo.

“Estamos profundamente chocados e entristecidos pelo ataque não provocado à Ucrânia”, disse um representante do Spotify à Variety.

Guerra na Ucrânia
Pessoas pedindo ajuda para a Ucrânia (Imagem: Katie Godowski no Pexels)
publicidade

Spotify mantém serviço funcionando apesar de fechamento

Mesmo fechando o escritório, a empresa ainda vai permitir que os usuários russos continuem a utilizar o serviço. Contudo, assim como outras empresas que tomaram medidas parecidas, canais de mídia russos serão retiradas da plataforma por serem financiados pelo Kremlin – sendo considerados por muitos como ferramentas de propaganda dos interesses políticos do governo do país.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Achamos que é extremamente importante tentar manter nosso serviço operacional na Rússia para permitir o fluxo global de informações”, informou um porta-voz. “Nossa primeira prioridade na semana passada foi a segurança de nossos funcionários e garantir que o Spotify continue a servir como uma importante fonte de notícias globais e regionais em um momento em que o acesso à informação é mais importante do que nunca”, complementou.

App começa serviços humanitários na Ucrânia

A empresa também está fornecendo suporte individual aos seus funcionários na região. Além disso, o Spotify está organizando doações para apoiar a Ucrânia, revelando também que irá duplicar todas as doações dos seus funcionários que se destinem ao apoio humanitário:

publicidade

Estamos explorando medidas adicionais que podemos tomar e continuaremos a fazer o que for do melhor interesse de nossos funcionários e ouvintes”.

Desde o início do conflito, o Spotify vem revisando milhares de conteúdos a fim de restringir programas de comunicação social estatal da Rússia.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar