Tempestade solar entre hoje e amanhã pode causar problemas na Terra

Nesses últimos dias, pelo menos 17 erupções solares aconteceram devido a uma mancha solar. O evento tomou tal proporção que os efeitos poderão ser sentidos do nosso planeta. Segundo os pesquisadores que estudam o evento as erupções solares podem atingir a Terra hoje, dia 31 de março, e amanhã, dia 1º de abril, e podem se manifestar causando, inclusive, tempestades geomagnéticas de baixa escala.

publicidade
Erupções solares podem atingir a Terra hoje
Imagem de uma erupção solar no dia 30 de março de 2022 (Imagem: NASA)

A imagem acima mostra uma erupção solar capturada pelo Solar Dynamics Observatory, da NASA. No flash brilhante na parte superior direita da imagem é possível ver um subconjunto de luz ultravioleta que destaca o material extremamente quente em erupções, colorido em amarelo.

As erupções estão acontecendo desde a segunda-feira, dia 28 de março e têm como origem uma mancha solar hiperativa de codinome AR3975.

publicidade

O que são Erupções Solares? Quais danos podem causar?

As erupções solares são fenômenos que ocorrem no Sol quando as linhas magnéticas se contorcem e realinham rapidamente perto da superfície da estrela – muitas vezes ejetando jatos de massa coronal (CMEs) ou um fluxo de partículas carregadas que vão em direção ao espaço.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Essas partículas são extremamente poderosas, a ponto de interferir com ondas de rádio, e consequentemente nas tecnologias que se baseiam em tais ondas, principalmente no meio das comunicações, interferindo até com sistemas de navegação.

Além disso, podem causar danos às redes de energia, mas os danos mais graves podem acontecer fora da atmosfera terrestre, onde fica as estações espaciais e astronautas.

publicidade

Erupções solares podem atingir à Terra

Segundo o site SpaceWeather, pelo menos duas CMEs foram lançadas à Terra devido às erupções causadas pela AR3975 e as previsões são de que uma chegará ao nosso planeta hoje, já a outra deve chegar até amanhã.

As tempestades geomagnéticas causadas por essas erupções solares não parecem apresentar graves riscos sendo classificadas apenas como G2 ou G3 (moderadas). Masm mesmo assim, agências espaciais do mundo todo (incluindo a NASA) já comentaram que ficarão de olho nelas, assim como na atividade solar.

A preocupação é de que possa ocorrer uma erupção de grande porte na estrela, o que poderia acarretar em tempestades solares na Terra com efeitos bem mais severos.

Mesmo assim, pesquisadores esperam que o Sol permaneça em estado de baixa atividade de manchas solares e erupções. Segundo eles, nós ainda estamos nos anos iniciais de um ciclo solar, período onde geralmente ocorrem menos manchas solares e erupções –  que deve durar pelo menos 11 anos, sendo que começou em dezembro de 2019.

publicidade

E você? Vai ficar de olho no céu para presenciar o fenômeno? Comenta aí qual foi o melhor evento do tipo que você observou!

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar