Tinder desistiu do metaverso? Planejamentos futuros do app podem ir por água abaixo

O Tinder não teve um trimestre dos melhores, na verdade, o desempenho do aplicativo em relação ao crescimento nos lucros nos últimos três meses foi tão ruim que a Match Group, dona do Tinder, desistiu dos seus planos de investir no metaverso, pelo menos monetariamente.

publicidade
Tinder desistiu do metaverso
Tinder desiste de vez do metaverso (Imagem: Good Faces Agency on Unsplash)

Esse está sendo um início turbulento de terceiro trimestre, para o aplicativo de encontros mais famoso do mundo.

Não só os lucros dos últimos três meses foram muito abaixo do esperado, como a primeira CEO do aplicativo, Renate Nyborg, está dizendo adeus ao cargo.

publicidade

Seguindo a mesma lógica, os planos de levar os serviços de encontro para o metaverso e criar sua própria moeda, a Tinder Coin, falharam miseravelmente.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

As informações chegaram através de um relatório trimestral feito pelo novo chefão da Match Group, Bernard Kim (há apenas 2 meses no cargo).

Tinder desistiu do metaverso de vez após números ruins do aplicativo

O “Tinderverso” como Nyborg a chamava, era um dos projetos mais ambiciosos da CEO. Para colocá-lo em prática, a empresa até adquiriu a Hyperconnect em 2021, uma empresa focada em tecnologias como Inteligência Artificial (AI) e Realidade Aumentada (AR).

publicidade

Embora muito animada com a ideia do metaverso, inclusive defendendo que o espaço digital poderia se tornar uma das melhores maneiras de encontrar e interagir com pessoas no Tinder. O novo CEO havia pedido que a equipe, recém-adquirida, trabalhasse em outras coisas, deixando a tecnologia do “futuro” um pouco de lado.

Mas agora, Bernard Kim, parou de vez qualquer potencial investida na tecnologia por tempo indeterminado.

Acredito que uma experiência de namoro no metaverso é importante para capturar a próxima geração de usuários, e a Hyperconnect vem inovando nessa área. No entanto, dada a incerteza sobre os contornos finais do metaverso e o que vai ou não funcionar, assim como o ambiente operacional mais desafiador, instruí a equipe Hyperconnect a iterar, mas não investir pesadamente no metaverso neste momento”, disse Kim no seu relatório.

Mesmo assim, ele deixou claro que a empresa vai continuar investigando as possibilidades no mercado, enquanto decidem o momento exato para investir, caso isso aconteça.

publicidade

Continuaremos a avaliar este espaço com cuidado, e consideraremos avançar no momento apropriado, quando tivermos mais clareza sobre a oportunidade geral e sentimos que temos um serviço bem posicionado para ter sucesso”, completou.

Até as Tinder Coins dançaram

O relatório também afirmou que a empresa iria reavaliar as Tinder Coins, a moeda que foi uma tentativa de fazer com que os usuários gastassem mais no aplicativo.

Elas poderiam ser adquiridas como recompensas para os perfis mais ativos e também seriam compradas diretamente no aplicativo, podendo ser gastas em recursos premium do serviço.

Segundo Kim, essa abordagem teve resultados mistos. Pela sua fala, elas não venderam o bastante.

Embora a empresa tenha comentado os números “ruins”, a Match Group disse que sua receita subiu 12% em relação ao ano passado. Mesmo assim, a empresa aponta a compra da Hyperconnect como uma das maiores responsáveis pelos seus quase US$10 milhões em perdas operacionais.

A Match Group teve apenas US$795 milhões em lucros, enquanto a estimativa da empresa era de pelo menos US$804 milhões.

Para completar, ela diz não ter esperanças de que a atividade de usuários no Tinder aumente nos próximos meses, o que pode indicar no mínimo uma estagnação dos ganhos.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar