Churrasco espacial: Astronautas vão cultivar “bife” sintético na ISS

Criação espacial da NASA vai permitir o cultivo de “carne” para operadores em união com tecnologia israelense. Agora, astronautas vão cultivar “bife” na Estação Espacial Internacional (ISS). Ninguém vai poder reclamar de falta de proteína, ou vai? Vamos descobrir.

publicidade
Astronauta americano fazendo reparos em satélite (Imagem: NASA/Unsplash)
Intenção da NASA é fornecer alimento para astronautas (Imagem: NASA/Unsplash)

Vacas espaciais? Não, mas NASA cria mecanismo para cultivar carne na estação espacial

A ideia por trás do experimento da NASA é que os astronautas possam desenvolver uma carne “artificial” que serviria de alimento em viagens longas como, por exemplo, a primeira ida até Marte.

Segundo informações do Daily Mail, os astronautas que partiram para estação internacional (ISS) como “turistas” também participarão dos experimentos de cultivo da carne artificial.

publicidade

O processo foi inventado pela empresa israelense Aleph Farms (com forte investimento do astro de Hollywood, Leonardo DiCaprio) e resume-se no cultivo de células-tronco bovinas, diretamente em “bifes” suculentos com sabores próximos aos gerados na Terra.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Na carga presente para a missão, estão inclusas células bovinas, enviadas para a Estação Espacial para serem cultivadas em microgravidade e transformadas em tecido muscular, normalmente encontrado em bifes.

O desenvolvimento dessa tecnologia amplia as possibilidades de autossuficiência espacial humana, um dos pré-requisitos para missões longas, como a ida para Marte.

publicidade

Sem esse tipo de “ferramenta” seria muito arriscado e dispendioso manter vivos e alimentados os astronautas em terreno tão isolado e inóspito quanto o planeta vermelho.

Busca por um método mais “natural” de cultivo de bife para astronautas

A empresa já teve sucesso em produzir a carne artificial, em 2019, utilizando um processo chamado bioimpressão 3D.

Agora, o objetivo é ser mais “natural” com os cientistas a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS), mas tentando produzir o bife para astronautas sem a ajuda da bioimpressão.

Em vez disso, a ideia é  multiplicar e diferenciar as células de carne bovina como parte de um processo um pouco mais natural como ocorre na gestação.

publicidade

Em entrevista ao jornal britânico, o chefe de pesquisa espacial da Aleph Farms, Dr. Zvika Tamari, revelou o objetivo final da empresa:

“Fornecer bifes para viajantes espaciais na lua ou em Marte, e desenvolver um mercado de carne bovina de baixo custo aqui na Terra.”

Assunto de grande importância para nós, simples mortais, residentes da Terra e sem expectativa de nos tornarmos astronautas.

Uma forma “saudável” de produzir carne barata, para atender a demanda humana e sem agredir o meio ambiente, como têm se revelado a criação ostensiva de gado, seria de grande utilidade em tempos de busca pela preservação do planeta. 

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar