Não compre Iphone usado antes de entender esses pontos (explicação detalhada)

Apesar de serem mais baratos, é importante tomar algumas precauções antes de comprar produtos de segunda mão, principalmente o iPhone.

publicidade
Imagem: Unsplash

Cuidado! O barato pode sair caro

Comprar um produto de segunda mão pode ser muito vantajoso. Entretanto, adquirir de um iPhone usado também pode ser um tiro no pé se você não tomar cuidado com algumas questões.

Importante seguir algumas dicas, confira esta lista de cuidados:

publicidade

1. Reputação da loja ou do vendedor

A primeira dica é que você rastreie bem quem está comprando e quais as referências de onde está comprando. Principalmente em compras pela internet.

Lojas online que vendem produtos usados (Mercado Livre e OLX, por exemplo) oferecem recursos que mostram a reputação do vendedor e comentários de pessoas que já compraram antes.

Entretanto, se for a primeira venda do usuário, confira os dados pessoais e tente identificar o máximo de pontos que considera importantes na hora de efetuar a compra (página principal, CNPJ, etc.).

2. Compra física particular do iPhone

Se o seu caso é uma compra particular, diretamente com a pessoa, é importante verificar as credenciais com amigos e conhecidos, para que uma chance de golpe seja reduzida.

publicidade

Além disso, se fechar negócio e combinarem de se encontrar para receber a encomenda, marque sempre em local público e com um fluxo considerável de pessoas. Importante marcar em um shopping, praças, restaurantes ou outros locais com bastante gente por perto.

3. Nota fiscal do iPhone, sempre!

Independente de ter comprado pela internet ou de forma particular, exija a nota fiscal! Isso é de extrema importância para saber a procedência do iPhone.

E mesmo que o item seja de segunda mão, a maioria das pessoas guarda o documento para efetuar reparos e trocas nas lojas autorizadas.

A nota fiscal também é uma forma de comprovar que o aparelho tem origem legal, sem que você se preocupe que seu iPhone seja fruto de um roubo ou furto.

publicidade

Porém, se o vendedor não possuir nota fiscal, geralmente é possível fazer uma solicitação de segunda via pela internet – se comprado online, em casos físicos é mais fácil na loja onde foi adquirido.

Para fazer isso, marcas como a Apple oferecem esta opção através de requerimento direto pelo site.

4. Pagamento? Só depois do combinado!

Antes de efetuar qualquer tipo de pagamento, verifique todos os pontos acordados com o vendedor. Puxe todas as conversas trocadas pelos meios de comunicação (WhatsApp, e-mail e chats dos sites) e registre todas as provas.

Caso o seu iPhone esteja com algum defeito não especificado, argumente com o vendedor que o valor só será pago após a manutenção necessária.

As provas que você colher podem servir para um caso de ação judicial, se houver algum problema

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar