Vulcões na Lua podem ter criado algo incrível na superfície

Desde o seu descobrimento, em 2009, cientistas vêm se esforçando para descobrir a origem da água na Lua. Dentre as várias hipóteses, explicações já apontaram asteroides e até átomos levados por ventos solares, mas agora há mais uma possível especulação sobre o fenômeno, antigos vulcões na Lua.

publicidade
Vulcões na Lua
Depósitos de gelo em um dos polos da Lua (Imagem: Reprodução / Nasa)

Segundo um grupo de pesquisadores, erupções vulcânicas podem ter sido responsáveis por produzir pequenas camadas atmosféricas que contiveram vapor de água. Vapor esse que se fixou nos polos do satélite em forma sólida.

Vulcões na Lua

Há bilhões de anos atrás, a Lua era tomada por uma série de erupções vulcânicas que cobriam centenas de milhares de quilômetros quadrados da superfície do satélite com lava quente. Acredita-se que toda essa atividade vulcânica acabou por criar as manchas escuras que dão à face da Lua sua aparência de hoje.

publicidade

Mas, pesquisas recentes apontam, pelo menos hipoteticamente, que esses vulcões podem ser responsáveis por ter deixado mais alguma marca na Lua: camadas imensas de gelo nos polos e em alguns outros pontos do satélite.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

As análises dos pesquisadores apontaram que nos períodos onde os vulcões estavam mais ativos na Lua, erupções aconteciam a pelo menos cada 22 mil anos, expelindo um terço dos seus gases em forma de vapor de água, totalizando mais de 20 quatrilhões de quilos de H₂O liberados.

Devido à baixa gravidade da Lua, os gases expelidos pelos vulcões formavam pequenas atmosferas que durava cerca de 2.500 anos antes de sumir, mas os dados indicam que pelo menos 40% das moléculas de água que formavam essas atmosferas ficaram presas na superfície lunar, enquanto o resto se perdeu no espaço.

publicidade

Hoje, os pesquisadores acreditam que os depósitos de gelo existentes na Lua, formados pela solidificação desse vapor de água sob temperaturas de -253 °C, podem atingir centenas de metros de altura nos pontos com maior espessura.

Comprovado?

Até o momento tudo isso se trata apenas de uma hipótese e para ser comprovada é necessário encontrar amostras de gelo lunar com resíduos relacionados às já mencionadas erupções vulcânicas lunares, especialmente enxofre, componente normalmente encontrado em erupções.

E já existem conversas sobre missões na Lua voltadas à perfuração e estudo dessas fontes para descobrir de onde o gelo veio.

Cientistas explicam ser essencial que se estude a composição da água da Lua, já que seria possível explorá-la durante missões espaciais, utilizando-a, inclusive, como combustível de foguetes ou até em consumo humano.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar