Após grande pressão de Governos e público, Twitter lança nova função polêmica

Depois da campanha de usuários no último domingo (16 de janeiro), o Twitter aceitou incluir uma ferramenta para denunciar postagens com Fake News no Brasil, Espanha e Filipinas.

publicidade

O recurso estava disponível apenas nos Estados Unidos, na Austrália e na Coréia do Sul e ele se aplica a fake news sobre qualquer assunto, mas principalmente as desinformações sobre a pandemia de Covid-19 e sua variante Ômicron e por estarmos em um ano eleitoral.

Após grande pressão de Governos e público, Twitter lança nova função polêmica
Imagem: Pexels

“No ano passado, começamos a testar um novo mecanismo de denúncia para informações enganosas nos EUA, Coreia do Sul e Austrália.

Hoje, estamos expandindo este piloto para o Brasil, Espanha e Filipinas.

O fato de 2022 ser ano de eleições no Brasil e nas Filipinas, assim como de meio de mandato nos Estados Unidos, contribuirá para a avaliação de como esta ferramenta de denúncias seria usada em períodos de grandes eventos cívicos.”

publicidade

A ferramenta ainda se encontra em fase piloto e o aplicativo já informou que não será possível tomar medidas a todos os tweets denunciados e nem como responder a todas as queixas recebidas, mas já anunciou que desde o lançamento já foram realizadas mais de 3 milhões de denúncias.

Leia mais: Twitter lança novo recurso de Comunidades: veja onde e como usar

O Twitter ainda reforçou que espera contar com o feedback da comunidade para compreender melhor a conversa e os desafios que terá em relação às Fake News.

Como funciona a ferramenta?

O Twitter afirmou que o canal de denúncia funciona como um complemento para a segurança, já que mais de 50% do conteúdo que viola as regras da rede social são identificados por robôs.

publicidade

“Queremos entender se e como as opções de denúncia pelas pessoas podem promover melhorias em termos de agilidade e abrangência aos nossos esforços para detectar informações potencialmente danosas.

Desde o lançamento desse teste, recebemos 3,73 milhões de denúncias referentes a 1,95 milhão de diferentes tweets publicados por 64 mil contas distintas”, citou o comunicado oficial.

Apenas cerca de 10% dos tweets analisados tinham algum tipo de violação às políticas da plataforma. Já que grande volume de denúncias recebidas a certos assuntos não são relacionados às políticas de segurança.

“Por outro lado, sabemos que a ferramenta de denúncia tem benefícios adicionais: dar às pessoas essa opção faz que elas se sintam mais empoderadas.

Nossas pesquisas também têm mostrado que as pessoas preferem usar o mecanismo de denúncia em vez de interagir com um tweet enganoso via retweets ou respostas”, segundo informações da rede social.

publicidade

Pressão dos Usuários pela ferramenta

Após uma série de contas com grande número de seguidores – como as do movimento Sleeping Giants Brasil e do ilustrador Cris Vector – passou a subir a hashtag #FakeNewsMata.

Após grande pressão de Governos e público, Twitter lança nova função polêmica
Imagem: Reprodução/Twitter

Em 5 de janeiro, a hashtag #TwitterApoiaFakeNews já tinha chegado a figurar dentre os assuntos mais comentados na rede.

Usuários reclamavam que o site não dispunha de nenhum meio específico para denunciar desinformação, o que já acontece em países como Coreia do Sul e Estados Unidos.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar