China está mais perto de ter sua própria estação espacial sem ajuda de nenhum outro país

Parece que a estação espacial chinesa, já está quase pronta. A China lançou no último domingo (24), às 3:22 AM, horário de Brasília, o segundo de três módulos que farão parte dela, o Wentian. O módulo saiu do espaçoporto Wenchang ao encontro de Tiangong, em viagem de aproximadamente um dia.

publicidade
segundo módulo
Estação Espacial Chinesa, Tiangong (Imagem: Shujianyang, CC BY-SA 4.0 via Wikimedia Commons)

O módulo, que pesa cerca de 20 toneladas (com 4 metros de diâmetro e 18 metros de comprimento), foi impulsionado por um foguete Long March 5B e assim chegando ao seu destino deveria passar para as mãos dos astronautas na Tiangong.

Uma vez na estação espacial ele será acoplado ao Tianhe, o primeiro dos três módulos, que foi ao espaço em abril do ano passado.

publicidade

O lançamento do Wentian foi considerado um evento para os curiosos e centenas de pessoas se juntaram nas praias perto de Wenchang só para observar e tirar fotos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Após oito minutos de voo, o módulo se separou do foguete e entrou em órbita, como havia sido planejado. A CMSA, agência espacial chinesa, comemorou o lançamento bem-sucedido.

Esse é um dos maiores desafios da tripulação da estação espacial. Não só a missão exige controle perfeito com manobras de alta precisão, mas essa ainda é a primeira vez que a China acopla veículos tão grandes.

publicidade

Wentian é uma peça importante na finalização da Tiangong

Assim que estiver operando, o módulo representará um dos dois laboratórios da Tiangong e, além disso, levou para os astronautas na estação espacial vários dos equipamentos necessários para continuarem o trabalho por lá, incluindo pesquisas em microgravidade (bem menor que a da Terra).

O módulo também vai permitir que a China conduza missões de transferência de astronautas, já que possui alojamentos temporários.

Assim, será possível utilizar a estação para enviar astronautas para ainda mais longe no espaço e fazer a troca de pessoal da própria estação.

A CMSA já até tem planos para uma missão de transferência de astronautas ainda neste ano.

publicidade

Terceiro módulo vai ao espaço ainda esse ano

Segundo os planos divulgados pela China, o terceiro e último módulo, Mengtian, deve ser lançado em direção a Tiangong no mês de outubro e mesmo sem estar pronto, o governo já vem convidando outras agências espaciais para visitar a estação.

A China, que enviou seu primeiro astronauta ao espaço em 2003, se viu forçada a construir sua própria Estação Espacial Chinesa (CSS), ao ser barrada pelos Estados Unidos de participar da Estação Espacial Internacional (ISS).

Com informação: Engadget.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar