É seguro usar o Google Meet? É criptografado?

O Google Meet é uma plataforma do Google voltada para o mercado de videoconferências, oferecendo planos gratuitos e pagos que permitem a criação de chamadas de vídeo e áudio com até 250 pessoas. A plataforma faz concorrência direta a serviços como o Zoom e o Skype e traz como adicional a integração com outros serviços da empresa. Mas, será que o Google Meet é mesmo seguro? O Bit Magazine procurou respostas!

publicidade
Google Meet é seguro
Tela inicial do Google Meet (Imagem: reprodução / Google Meet)

O Google Meet funciona pela internet, podendo ser usado através do site no computador ou por um aplicativo no celular, e permite que os participantes da “reunião” compartilhem vídeo e áudio diretamente do seu dispositivo. As chamadas ainda têm a posição de moderador, onde a pessoa que cria a chamada tem a sua disponibilidade recursos extras.

Como utilizar a plataforma?

Para utilizar, o Meet você deve acessá-lo utilizando um dos dois métodos listados acima. Uma vez na página principal, você tem duas opções: pode criar uma nova chamada ou entrar um código para se juntar a uma chamada já existente.

publicidade

Uma vez conectado na sala, você vai ver uma tela onde é possível escolher quais dispositivos deseja utilizar (webcams, microfones, etc.). Mas não precisa se preocupar, já que você pode alterá-los novamente assim que estiver realmente dentro da chamada.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Infelizmente, nem tudo são flores, as seções no Google Meet são limitadas a 60 minutos no plano gratuito e a 24 horas no plano pago. Embora muita gente vá dizer que 60 minutos é o suficiente para a maioria das suas necessidades, outras pessoas vão aderir ao plano privado, ou buscar outro aplicativo que não tenha essa limitação.

Ele também vem passando por várias atualizações, inclusive de layout, e agora tem até uma opção de legendar gratuitamente a fala dos outros participantes da reunião (ótimo recurso de acessibilidade que até mesmo ignora o som ambiente, focando apenas na voz).

publicidade

Será que o Google Meet é mesmo seguro?

Entre as várias vantagens do Google Meet está o fato de ele compartilhar a mesma infraestrutura do Google, uma das maiores redes privadas globais.

Isso quer dizer que o Meet disponibiliza de uma variedade de ferramentas de proteção que estão ativas o tempo todo, inclusive, tráfego de dados nas redes privadas da empresa. Isso porque a plataforma está dentro das regras de padrões avançados de segurança do Google.

O serviço também conta com criptografia de ponta a ponta, o que quer dizer que todos os dados que saem do cliente e vão para o Google são protegidos, assim como os dados que saem do Google e vão para o cliente, impedindo que haja brechas de segurança.

O serviço ainda conta com várias opções de segurança por parte do usuário, desde verificações em duas etapas até registro de contas no Advanced Protection Program, serviço avançado que oferece segurança contra sequestro de contas e phishing.

publicidade

Agora você já sabe um pouco mais sobre o Google Meet e seu sistema de segurança. Pronto para começar suas videochamadas? Comente aí se esse artigo lhe foi útil!

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar