Elon Musk perde US$ 69 bilhões e coloca em risco a compra do Twitter

A sequência de erros em negociação de garantias, posicionamentos públicos e desvalorizações de papéis fazem Elon Musk perder US$ 69 bilhões. O que para muitos significaria falência ou desaparecimento do mundo dos negócios, para o homem mais rico do mundo pode ser sinônimo de empecilho para comprar o Twitter.

publicidade
Você sabia? Por que Elon Musk não tem uma casa própria
(Imagem: Wikimedia Commons)

O mesmo jogo, mas com cifras altíssimas

Apesar dos “sucessos” ditos pelo empresário, o ano de 2022 não tem sido tão satisfatório para o homem mais rico do mundo. Elon Musk continua tendo o maior acúmulo de capital do planeta, mas isso significa que nos momentos ruins, as suas perdas são maiores que a de qualquer outro especulador.

O bilionário tem a maioria de sua fortuna atrelada a sua empresa Tesla de veículos elétricos, algo em torno de 17% da empresa. Esse ano não tem sido fácil para a fabricante de veículos, com os mercados estremecidos que fizeram a queda de 40% no valor de suas ações, o suficiente para trazer preocupações para o empresário.

publicidade

Parte das ações da Tesla serviram como “calção” de garantia no empréstimo para o financiamento da oferta de US$ 44 bilhões para a aquisição do Twitter. A desvalorização dessas ações pode obrigar o bilionário a “ganhar tempo” na expectativa de que as coisas melhorem, reduzindo suas perdas e honrando todos os seus acordos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

A situação parece estranha, seja o conflito na Europa, incertezas internacionais, resquícios da pandemia, a verdade é que outras montadoras morderam — mesmo que pequenas — fatias do mercado que antes a Tesla nadava de braçada, os carros elétricos.

Observando por essa perspectiva, talvez Elon Musk tenha que ganhar um pouco mais do que tempo para manter seus planos de expansão e contornar as “baixas” em suas reservas de capital — e mesmo com tudo isso, se mantendo como homem mais rico do mundo.

publicidade

Oscilação de valores pode obrigar Elon Musk a disponibilizar mais ações

Credores pouco se importam com as pessoas, apenas com as garantias, da mesma forma que Elon Musk age, quem está financiando seus planos pode cobrar ainda mais para manter a validade dos acordos.

Segundo o Wall Street Journal, as ações da Tesla podem continuar a cair e os credores podem exigir que Elon ofereça ainda mais ações como garantia para manter o negócio “vivo”.

O problema que tem atrapalhado demais o empresário e jogado contra a valorização de suas ações é o completo descrédito que ele tem sido alvo no mercado. Apesar de ser um empresário considerado “eficiente”, a sua índole tem despertado dúvidas no mercado.

Elon Musk tem sido duramente criticado e seus opositores afirmam que seus ganhos nos últimos dois anos foram, basicamente, oportunismo antiético e manipulação de mercado — inclusive o empresário vive sobre os holofotes das autoridades nessa questão.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar