Foto assustadora tirada em Marte tem uma explicação

Uma pequena “bagunça” deixada pela NASA em Marte intrigou os internautas após uma foto assustadora. Tratam-se de destroços do backshell esmagado usado para fazer um pouso com segurança no planeta vermelho em 2021. 

publicidade
Foto assustadora de destroços em Marte intriga a internet
Foto assustadora de destroços em Marte intriga a internet. (Imagem: NASA/JPL-CALTECH)

Quem não sabe do que se trata pode confundir esses destroços com os de um OVNI, uma nave alienígena, causando alarde sobre a existência de vida extraterrestre em Marte.

Os restos foram identificados a partir de uma foto tirada pelo Ingenuity na última semana, enviando-a de volta à Terra.  A descida ao planeta vermelho possui um trajeto extremamente complexo, motivo pelo qual foi denominado de “sete minutos de terror”.

publicidade

Isso porque, na reta final, a espaçonave viaja pela atmosfera de Marte a 12 mil mph, enfrentando temperaturas escaldantes. Sem contar que esta última etapa deve ser concluída em cerca de 400 segundos, até que a velocidade seja reduzida para menos de 1 m/s.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Por esta razão, os cientistas desejam estudar os restos como uma forma de preparo para uma futura missão, na qual pretendem transportar rochas de Marte para a Terra.

A espaçonave usou um paraquedas que ainda pode ser visto espalhado no fundo dos destroços. Surpreendentemente, análises não apontam a existência de qualquer sinal de danos no dossel do paraquedas.

publicidade

“Perseverance teve o pouso em Marte mais bem documentado da história, com câmeras mostrando tudo, desde a inflação do paraquedas até o pouso”, disse Ian Clark, do Jet Propulsion Laboratory (JPL) da Nasa.

Entretanto, as imagens do Ingenuity mostram um ponto de vista diferente. Se houver o reforço de que os nossos sistemas funcionaram da maneira esperada se tratando de um conjunto de dados de informações de engenharia que possam ser usados para o planejamento do retorno de amostras de Marte.

Do contrário, as fotos continuam sendo fenomenais e inspiradoras, apesar de atraírem críticas sobre a agência espacial abandonar lixa no espaço. 

Colonização de Marte é possível?

Enquanto a NASA deixa restos de lixo espacial em Marte, o bilionário Elon Musk planeja construir uma colônia no país até 2050. Para isso, um milhão de pessoas seriam transportadas para o planeta vermelho. 

publicidade

Porém, a definição de “ilusão perigosa” foi alegada pelo professor e astrônomo, Lord Martin Rees, que não está de acordo com o envio de cargas humanas como parte de um experimento para um planeta tão distante. 

Por outro lado, o astrônomo reconhece a necessidade de torcer por este tipo de risco com o propósito de explorar o espaço, ainda que por meio de iniciativas privadas, como a de Elon Musk, que deseja dar um salto neste setor. 

De acordo com Lord Marting Rees, lidar com as mudanças climáticas do planeta Terra junto a demais problemas ambientais significam uma verdadeira bobagem se comparado à transformação de Marte em um terreno habitável. 

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar